Destroçada, Europa intensifica arrocho e repressão

http://www.anovademocracia.com.br/104/13a.jpg
Operários ocupam o metrô de Atenas. 25/02/13

Com o capitalismo europeu em franca deterioração no contexto da crise internacional do capital monopolista, ou seja, com fábricas caindo feito castelos de cartas do Atlântico à Rússia, do Mediterrâneo ao Mar do Norte, com as perspectivas de frear o aumento do desemprego se perdendo no horizonte e com a recessão assombrando mesmo os Estados burgueses da Europa mais seguros de si, resta aos artífices da Europa do capital defender com todas as armas as medidas antipovo que prolongam sua agonia, garantindo-lhe algumas bolhas de ar.

Um dos episódios mais flagrantes desta lógica e deste contexto aconteceu na Grécia no último dia 30 de janeiro, cinco dias depois que a polícia invadiu o metrô de Atenas, ocupado por grevistas. Naquela data, as forças de repressão a serviço não apenas do gerenciamento antipovo de Antonis Samaras, mas sobretudo da "Troika" (FMI, Banco Central Europeu e União Europeia), que é quem redige a cartilha do arrocho sem fim e do fascismo generalizado na Europa, reprimiu ferozmente uma manifestação no centro de Atenas contra a possibilidade de uma contrarreforma (mais uma) da Previdência Social grega.

Depois que o ministro grego da Previdência, IánnisVrutsis, provocou o povo e insultou as lutas históricas do proletariado dizendo que o sistema de Segurança Social é o resultado de "uma mentalidade clientelista", um grupo de trabalhadores ocupou uma parte do prédio do Ministério do Trabalho exigindo explicações dos "governantes" gregos.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro