Mais um Papa bem longe da santidade

http://www.anovademocracia.com.br/106/11.jpg

Quais serão os atributos que levam à escolha de um Papa? Difícil de imaginar. O demissionário Joseph Ratzinger tinha pertencido à Juventude Hitlerista e depois chefiado a não menos funesta corrente interna da Doutrina da Fé.

O passado de Jorge Mario Bergoglio, que assume com o nome de Francisco, indica valores muito distantes dos atribuídos à figura de São Francisco.

Colaborar com os ditadores argentinos, entregar colegas religiosos aos carrascos da repressão, encobrir o tráfico de crianças, apropriação de dinheiro de donativos, mentir à justiça, são algumas das acusações que pesam na sua biografia.

A igreja católica na Argentina sempre foi preponderantemente direitista. Nos anos de 1970 grupos ligados ao terceiromundismo, àteologia da libertação e outros começaram a ganhar força fazendo trabalhos de base em bairros pobres e favelas. Com o regime implantado a partir do golpe de Estado de 1976, a parte mais progressista da igreja, que algum tempo antes já era perseguida por paramilitares, foi aniquilada. Religiosos foram sequestrados, torturados e mortos. O lado conservador ganhou força, foi íntimo dos generais e lhes deu legitimidade.

Fazendo parte importante deste setor é que rapidamente Bergoglio conseguiu subir na hierarquia eclesiástica.

Padres que sobreviveram à tortura acusaram Bergoglio de delator e colaboracionista.

Durante o regime militar argentino (1976-1983) cerca de 500 crianças foram roubadas pelas autoridades no que ficou conhecido como “Plano Sistemático de Apropriação de Menores”. Naquele período em que as pessoas não podiam esperar qualquer solução da polícia nem da imprensa censurada, recorrer à igreja para pedir ajuda era muito comum. Mães, avós e familiares recorriam aos padres católicos para que intercedessem ante os militares. Como Bergoglio na época era a máxima autoridade jesuíta em Buenos Aires, é de supor que recebeu muitos apelos. Porém, o bom Bergoglio assegurou ante um Tribunal que só ficou sabendo do roubo de crianças depois que a ditadura tinha terminado!

Essa mentira foi desmascarada. Muitos declararam ter pedido ajuda a ele, e que pelo menos em um caso, chegou a interceder sem recuperar a criança.

O ex-padre Miguel Mom Debussy conta que na década de 1970, ao fazer noviciado, foi convencido a fazer voto de pobreza e entregar os seus bens à igreja. Ele denuncia que entregou ao então padre Bergoglio, dinheiro suficiente para comprar um bom apartamento em bairro nobre e que ele se apropriou. E que uma contabilidade posterior estimou que Bergoglio tinha dado um desfalque de 6 milhões de dólares provenientes de donativos nas contas da Cúria.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro