Datas memoráveis do proletariado

A- A A+

18 de março: 142 anos da Comuna de Paris

http://www.anovademocracia.com.br/106/02.jpg

Extraído de Grandes êxitos da Revolução Cultural, documento redigido por Pedro Pomar, publicado em A Classe Operária, órgão central do Partido Comunista do Brasil, 1968.

"Em suas grandiosas batalhas contra a burguesia, o proletariado mundial conhecera a experiência imorredoura da Comuna de Paris, uma forma de Estado que, pela primeira vez na História, permitiu a participação direta e decisiva das massas no poder. Unia as funções legislativas às executivas e tornava acessível, aos trabalhadores mais simples, a direção do Estado. Como resultado da experiência da Comuna de Paris, a doutrina do proletariado foi enriquecida com a lição de que a máquina do Estado deve ser destruída, com todos os seus apêndices, e, em seu lugar, erigida uma nova, a serviço da ditadura proletária. E veio para primeiro plano a questão teórica de que não basta somente tomar o poder, mas trata-se sobretudo de mantê-lo e consolidá-lo.

Quase meio século após a Comuna de Paris, triunfou a Revolução de Outubro, tendo o proletariado russo criado o Poder Soviético, continuador da Comuna, elevada forma de instituição estatal democrática da ditadura do proletariado, capaz de unir em seu redor as massas trabalhadoras e exploradas mais atrasadas e dispersas e de assegurar a transição para o socialismo.

O Poder Soviético, como órgão do poder da imensa maioria das massas, antes oprimidas, contra a minoria opressora e como instrumento revolucionário para vencer a resistência de seus inimigos, cumpriu, durante um longo período, seu papel. Devido, porém, à traição dos revisionistas kruschovistas, o Poder Soviético perdeu seu conteúdo de classe e fez degenerar a ditadura burguesa.

A histórica iniciativa do proletariado e das massas chinesas enche de justificado júbilo as forças revolucionárias e marxistas-leninistas de todo o mundo. O povo revolucionário da China, com ideias e armas proletárias, está aplicando, de modo consequente, os ensinamentos do marxismo-leninismo. Rompe radicalmente com as ideias tradicionais, depois de ter rompido radicalmente com as formas de propriedade tradicionais. Essa obra de limpeza dos miasmas da velha sociedade, a fim de purificar a atmosfera da nova sociedade, apesar de não ser fácil, é vital para a causa do socialismo e do comunismo".


25 de março: 91 anos da fundação do Partido Comunista do Brasil

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

No dia 25 de março completam-se 91 anos da fundação do Partido Comunista do Brasil – PCB.

Por ocasião dos 90 anos da fundação do PCB, AND publicou uma série de artigos de autoria do Núcleo de Estudos do Marxismo-Leninismo-Maoísmo tratando dos principais momentos, as polêmicas, as lutas ideológicas travadas no longo e tortuoso caminho para se forjar como organização de vanguarda do proletariado, a luta contra o revisionismo e a luta pela reconstituição do partido revolucionário do proletariado em nosso país.

O Núcleo de Estudos do MLM prepara uma compilação e edição revisada dessa série de artigos, com notas e acréscimos, que em breve estará disponível para os leitores de AND e todos aqueles interessados no tema.


Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza