Ataques do latifúndio contra o acampamento Zé Porfírio

http://www.anovademocracia.com.br/107/10.jpg
Imagem do vídeo de denúncia dos camponeses

As cerca de 60 famílias do acampamento Zé Porfírio, localizado em uma terra vizinha da área Canaã, foram alvo de violento despejo policial no dia 27 de fevereiro. O aparato de repressão composto por duas viaturas da PM, uma do Grupo de Operações Especiais e uma da polícia civil, acompanhadas de um caminhão baú e um ônibus, promoveu o despejo dos camponeses, que foram levados imediatamente para a delegacia de Jaru onde foram "tratados como bandidos e coagidos durante os depoimentos" [fonte: resistenciacamponesa.com].

Segundo denúncia dos camponeses registrada em vídeo e publicada em youtube.com/watch?v=PDhWXAF7vhw, o delegado de Jaru ameaçou um dos líderes do acampamento de morte.

Em sua denúncia, os camponeses relatam que, após a ação policial, um grupo de famílias permaneceu escondido nas imediações do acampamento, presenciou ameaças proferidas por policiais do tipo: "Bem que podia aparecer uns 3 sem terra para a gente cortar na bala", e que, por volta das 17 horas, o latifundiário Oswaldo Nicoletti, seu gerente e dois homens, provavelmente pistoleiros, chegaram à área e, com auxílio dos policiais, derrubaram os barracos dos camponeses e atearam fogo.

Na mesma noite, o grupo de camponeses retomou a área e, nos dias seguintes, os demais acampados também retornaram.

A denúncia da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) também revela a articulação de latifundiários da região para atacar o movimento camponês combativo, citando uma reunião realizada entre o latifundiário "Oswaldo Nicoletti (proprietário de um latifúndio vizinho da área Canaã) e Lindolfo Cardoso (filho da Ângela Semeghini, que se diz uma das proprietárias das terras do Canaã e é a cabeça da repressão contra os camponeses) com o fazendeiro Zé Pedro, dono das terras da área Renato Nathan. Esta área faz parte do Canaã, que está em processo de compra pelo Incra. Zé Pedro nunca ameaçou nem entrou na justiça contra os camponeses e tem interesse em negociar a terra com o Incra. Oswaldo Nicoletti e Lindolfo Cardoso pressionaram Zé Pedro a mudar sua conduta e passar a reprimir os camponeses".

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro