Funai engaveta material didático

http://www.anovademocracia.com.br/107/08a.jpg
Os livros indígenas estão guardados devido a politicagem

Várias aldeias guaranis do litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul estão esperando inutilmente, desde dezembro de 2011, que a Funai lhes entregue exemplares de dois livros, tidos pelas escolas indígenas como um importante material didático.

A edição/publicação foi paga pelos próprios guaranis, com recursos compensatórios pela passagem da BR-101 (novas pistas duplicadas) em cima de suas terras, e portanto os exemplares não pertencem à Funai. Mesmo assim, as dezenas de pacotes estão armazenadas num dos escritórios da entidade na Grande Florianópolis, há mais de um ano, causando indignação nos índios.

"Essa é mais uma que a Funai nos apronta. Queremos os livros já ! Eles são nossos !" – exigem líderes e professores guaranis das aldeias de Massiambu e Morro dos Cavalos (ambas situadas no município de Palhoça, SC).

Além da retenção de bens alheios, que é um ato ilegal, há um outro aspecto grave no caso. Lideranças da tribo suspeitam que a não-distribuição das obras se deve à uma espécie de "politicagem". Ou seja: a matriz da Funai, em Brasília, teria mandado sustar a entrega às escolas guaranis até que fosse realizada uma cerimônia de lançamento dos livros na Grande Florianópolis (e talvez tambémem Porto Alegre), com a presença de autoridades federais.

"Não sabemos se é verdade, mas esse é o comentário que corre" – dizem as lideranças indígenas.

Na Coordenação Regional Litoral Sul da Funai, nega-se o objetivo festivo/político, mas funcionários admitem que "estamos aguardando ordem de Brasília para fazer a distribuição."

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza