Graffiti: Carvão, Diamante, Dinamite

A- A A+
http://www.anovademocracia.com.br/109/15a.jpg

No dia 27 de março comemora-se o Dia Nacional do Graffiti. Uma maneira de homenagear e relembrar a figura de Alex Vallauri e da ação feita por seus amigos em sua memória. Vallauri morreu em 26 de março de 1987 e no dia seguinte seus amigos decidiram homenageá-lo graffitando o túnel da Avenida Paulista. A partir de então, esta data tornou-se o Dia Nacional do Graffiti.

Vallauri era ítalo-etíope e chegou ao Brasil, vindo de Buenos Aires, em 1964. Seus primeiros graffites eram muito simples, mas foram sendo aprimorados até tornarem-se uma referência. Sua obra ficou muito conhecida por realizar, na cidade de São Paulo, várias intervenções artísticas com a técnica do molde vazado (stencil). Uma personagem, em especial, que ficou marcada em sua obra, foi "A Rainha do Frango Assado", figura que intriga e provoca os que estão com fome na rua. Alex Vallauri teve grande importância na arte de rua brasileira. Durante o regime militar, com muita ousadia imprimiu irreverência e contestação nos muros da maior metrópole do país. Vallauri morreu, precocemente, aos 38 anos em decorrência da AIDS.

Um pouco de História

http://www.anovademocracia.com.br/109/15b.jpg
Alex Vallauri

O graffiti, como o conhecemos hoje, teve seu ressurgimento nas décadas de 60 e 70, a princípio chamado de aeroart. Tinha por objetivo a comunicação direta com o povo. As paredes se tornaram mídias para expor denúncias, já que as massas, assim como hoje, não tinham acesso aos meios de comunicação convencionais. Porém, com a popularização foram surgindo grupos que se utilizavam do graffiti apenas para autodivulgação e autoafirmação, individual ou coletiva. Por outro lado, ainda nos anos 60 e 70, começou a tomar corpo uma produção acadêmica relacionada ao graffiti através de meios como o Maledita Journal (USA) e de instituições como o Museo do Grafite Histórico (França) e Arquivos do Grafite (Alemanha), de onde surgiram artigos importantes como "A Descoberta do Graffiti" de Aaron Sheon.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Mário Lúcio de Paula
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira