Espionagem ianque e indignação bananeira

A- A A+
Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia
Vieram à tona nos últimos dias novas e graves denúncias de ingerências e espionagem ianque em nosso país: bilhões de ligações telefônicas e contas de e-mail e de outras plataformas na internet são vasculhadas pela Agência de Segurança Nacional ianque (NSA, na sigla em inglês).

Tudo isso veio a público após revelações do ex-agente da CIA (a agência de inteligência ianque) Edward Snowden, de que o governo do USA acessa e controla conversas telefônicas e via internet de governos e cidadãos em todo o mundo.

A gerência semicolonial esboçou reações de "preocupação e indignação" e pediu "explicações" ao governo ianque, determinando que a Polícia Federal investigue o caso.

Francamente!

Foi necessário vir a público uma notícia dessas para que agora esses oportunistas de alto coturno que gerenciam o velho Estado venham cacarejar "indignação", como se não estivessem mais que carecas de saber que há décadas já existem denúncias de espionagem e atuação da CIA e outros órgãos da inteligência ianque em nosso país dirigindo e atuando juntamente com as forças de repressão do velho Estado.

Milhares de documentos fornecidos por Snowden comprovam o funcionamento de estações de espionagem da NSA em nosso território e muito mais coisa pode ser revelada a partir de agora.

Isso tudo só comprova o que todos (pelo menos aqueles mais conscientes) já sabiam: essa farsa de democracia que o imperialismo tenta vender diuturnamente, que não passa de uma ditadura feroz sobre a maioria esmagadora da população mundial.

A subjugação nacional pelo imperialismo ianque não tem limites. Todas as imposições na economia, política, cultura, etc. são questões centrais que têm levado milhões de massas às ruas em protesto. 

Diante disso, as manifestações "indignadas" de uma gerente semicolonial, que diz diante das câmeras apenas "não concordar" com a espionagem ianque em nosso país quando de fato cumpre com todas as exigências do imperialismo, só reforçam seu caráter servil e vendepátria.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza