A violência como resposta

Sobre as massas, radicalismo, banditismo e vândalos

http://www.anovademocracia.com.br/113/18a.jpg

No dia 19 de junho, quinta-feira, cem mil cidadãos da Grande Vitória, em especial dos municípios de Vila Velha e Vitória, ocuparam as ruas em torno da Enseada do Suá, espaço geográfico onde se concentram dois grandes aparatos estatais capixabas: a Assembléia Legislativa e o Tribunal de justiça. Será por acaso que milhares de pessoas escolheram este lugar? Será que é somente pela amplitude do espaço e sua possibilidade de comportar tanta gente?

Na verdade a escolha foi proposital, resultado do descaso destas instituições com a população. Descaso do Tribunal quando julga todas as greves dos professores como ilegais, favorecendo os poderes executivos responsáveis pela dilapidação e precarização das condições de trabalho e da desvalorização profissional. Tribunal que corporativamente aposenta, premiando, juiz que executa outro juiz. Tribunal que vende sentenças favorecendo o grande capital. Tribunal que assiste, pacificamente, o não cumprimento do direito de todo cidadão a uma vida digna, saúde, educação, moradia. A lusititia grega de olhos vendados para o povo, mas abertos para o capital.

Assembleia Legislativa que não cumpre sua função básica de fiscalizar o poder executivo. Assembleia que funciona como apêndice de prefeitos e governadores. Assembleia que se recusa a fazer uma auditoria do pedágio da 3º ponte, paga com o dinheiro do cidadão capixaba e cedida para a iniciativa privada. Que não quer saber da onde vem o pó preto que nos intoxica e conspira contra a saúde de milhares de cidadãos. Será que são necessárias grandes investigações para revelar algo tão óbvio? Assembleia que não passa de um aglomerado de deputados, preocupados com seus interesses particulares, sua perpetuação no poder, em detrimento dos interesses da população.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin