As guerras de Obama não entram de férias

A- A A+

http://www.anovademocracia.com.br/115/18.jpg

Enquanto a família Obama se prepara para passar as férias na ilha Martha’s Vineyard, alguém deveria recomendar ao presidente que leve o livro "Catch-22" como leitura de verão. Esta clássica sátira contra a guerra do escritor Joseph Heller, publicada em 1961 e baseada nas experiências do autor como piloto de um avião de combate na Segunda Guerra Mundial, lamentavelmente é muito pertinente na atualidade, quando as guerras de Obama no Afeganistão e em outras partes do mundo continuam se prolongando.

O título da novela de Heller faz referência à regra de um regime militar fictício segundo o qual somente seria possível escapar do serviço militar em caso de loucura, mas quando a pessoa solicita a exoneração militar é automaticamente considerada lúcida, portanto, acaba se vendo obrigada a servir ao exército, o que a deixa num beco sem saída.

Barack Obama apresentou sua candidatura às eleições primárias do USA de 2008 como a alternativa contra a guerra. Sua principal rival era Hillary Clinton, cuja nominação como candidata à presidência pelo Partido Democrata parecia inevitável. Alguns anos antes, em um discurso pronunciado em Chicago em 2 de outubro de 2002, Obama declarou sua oposição à iminente invasão do Iraque e chamou-a de "guerra idiota, que não estava baseada em princípios, mas em política". Como membro do Senado do USA, Obama prometeu obstruir todo projeto de lei que concedesse imunidade retroativa às grandes empresas de telecomunicações que cooperaram no programa de governo de Bush de escutas telefônicas sem ordens judiciais, dos quais cidadãos daquele país houvessem sido vítimas. E no mesmo dia que assumiu a presidência pela primeira vez, Obama prometeu fechar a prisão da Baía de Guantánamo.

{loadpositionpublic au}

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja