Falência de Detroit é a imagem da crise geral

A- A A+

Talvez a imagem mais iconográfica - por certo a mais carregada de ironia - da crise geral de superprodução relativa que vai corroendo as estruturas do sistema internacional, talvez a sua mais perfeita tradução seja a ruína da cidade de Detroit, um dos maiores símbolos do capitalismo ianque, capital da organização da exploração burguesa do trabalho operário nas famigeradas linhas de montagem

Em 18 de julho, Detroit protagonizou o maior pedido de falência municipal da história do USA. Sufocada por uma dívida de US$ 18 bilhões, a metrópole famosa por ser o berço das grandes transnacionais ianques de fabricação de automóveis (nomeadamente Chrysler, Ford e GM) reconheceu oficialmente, ao apresentar pedido de concordata na justiça federal do estado de Michigan, que não tem como pagar com seu orçamento de US$ 1,8 bilhão os seus mais de 100 mil credores, que vão de fornecedores a fundos de pensão.

A mesma indústria de fabricação de carros que transformou Detroit em uma grande metrópole do capitalismo ianque, na quarta maior cidade do USA, também está agora sendo responsável pela sua rápida deterioração. Após a bancarrota das chamadas "três irmãs", salvas da falência em 2008 mediante o repasse de recursos públicos pela Casa Branca, observou-se em Detroit a aceleração de um processo de putrefação que vinha de décadas, como se no microcosmo da mítica metrópole acontecesse a encenação da história da própria crise geral dos monopólios, que também vem de décadas, pouco a pouco carcomendo os pilares do capitalismo internacional, para de alguns poucos anos para cá ir se agudizando nesta ou naquela nação, agravando-se e irrompendo-se como um rastilho de pólvora entre paióis.{loadpositionpublic au}

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja