Músico antifascista é assassinado na Grécia

http://www.anovademocracia.com.br/118/17b.jpg

O rapper Killah P (Pavlos Fissas, 35 anos) foi assassinado na madrugada de  17 de setembro, por um militante do partido neonazista Aurora Dourada, no distrito de Keratsini, em Atenas, Grécia. Segundo a polícia, numa discussão envolvendo uma partida de futebol, Killah P foi atacado por 25 homens e recebeu três facadas, tendo uma atingido seu coração. Pouco antes de morrer, Pavlos teria dito o nome de seu assassino.

Testemunhas disseram que os agressores vestiam camisas pretas com o símbolo da Aurora Dourada e calças camufladas e que a polícia se encontrava no local e presenciou o crime, mas manteve-se omissa. Esse é o primeiro assassinato envolvendo o nome do partido neonazista que já é conhecido na Grécia por agressões a militantes de movimentos populares, principalmente aos anarquistas e aos imigrantes. O partido tem a simpatia de boa parte da polícia grega, com diversos casos em que a policiais presenciaram agressões sem mover um dedo para impedir.

O acusado do assassinato, Giorgos Roupakias, de 45 anos, só foi preso horas depois e confessou as motivações políticas do crime. Oficialmente o Aurora Dourada nega qualquer envolvimento com o assassinato e alega que Roupakias não era filiado ao partido. Já amigos e vizinhos do motorista de caminhão testemunharam que tanto ele quanto sua esposa e filha são militantes ativos do movimento neonazista.

Killah P tinha grande entrosamento com movimentos de esquerda e era ligado ao movimento antifascista do país, suas letras retratavam a realidade da população pobre grega e a rebeldia do povo.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza