Festival do Rio tem filme de AND

A- A A+

http://www.anovademocracia.com.br/118/11.jpg

Em novembro de 2010, A Nova Democracia noticiava em sua edição impressa e em vídeo, na sua página na internet, a resistência dos moradores da favela Vila Taboinha ao ataque dos tratores da prefeitura. Na ocasião, uma ordem de reintegração ameaçava as moradias de duas mil famílias que não se intimidaram e lutaram com coragem para manter suas casas de pé. Um fato curioso foi que, no meio do conflito, conheci o documentarista independente do Canadá, Jason O’hara. Agentes da prefeitura e policiais militares chegaram ao absurdo de impedi-lo de registrar o processo de remoção.

Falei um pouco do trabalho de AND para o Jason — ou Jay, como é conhecido — que, seis meses depois, voltava ao Brasil para fazer a doação de uma câmera profissional, microfones e lentes. Foi o divisor de águas no trabalho audiovisual de AND. Foi a partir daí que começou a diminuir a periodicidade com que os vídeos eram publicados, tal como os recursos técnicos foram aprimorados. Com esse equipamento, foram produzidas reportagens em vídeos sobre a militarização do Complexo do Alemão, os desastres causados pelas chuvas na região serrana do Rio e inúmeras outras matérias.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Nos anos seguintes, nosso amigo canadense voltou ao Rio com novos equipamentos para incrementar nosso arsenal e proporcionar a evolução dos vídeos no blog de AND, que hoje já atingiram a marca de 2,2 milhões de acessos e 10 mil assinantes em nosso canal no You Tube. Com frequência, Jay se sensibiliza com episódios de ataque do Estado reacionário ao povo pobre e vem ao Brasil para filmar, como aconteceu na remoção da Aldeia Maracanã e nos protestos de junho/julho.

Em fevereiro desse ano, Jason veio ao Rio com a proposta de produzir um filme sobre as UPPs — as Unidades de Polícia Pacificadora —, mostrando a realidade do processo de militarização sob a perspectiva de um grupo de músicos: um rapper, um compositor de samba e um guitarrista de uma banda de reggae. Todos foram vítimas de abusos da tal polícia "pacificadora" e aceitaram contar suas histórias para o projeto de Jason. O filme ainda contou com a colaboração do cinegrafista independente Guilherme Chalita, que desde novembro já apoiava A Nova Democracia. Com isso, a equipe estava completa.

Ritmos de Resistênciaé um filme de 29 minutos, focado na vida de músicos e sua resistência frente aos absurdos cometidos por PMs de UPPs contra moradores de favelas; abusos que vão desde prisões arbitrárias até a execução sumária de trabalhadores. Não demorou muito para que Ritmos de Resistência chamasse a atenção da curadoria do Festival do Rio de Cinema — o maior festival de cinema do Brasil, que esse ano acontece de 26 de setembro a 10 de outubro no Rio de Janeiro.

Com direção de Jason O’hara, produção de Patrick Granja e Guilherme Chalita e realização de AND Produções e jornal A Nova Democracia, o filme Ritmos de Resistência será exibido na mostra Limites e Fronteiras, que fala sobre "mudanças, conflitos e revoluções pouco ou nada noticiadas pelo mundo". Nosso filme será exibido junto com o documentário Como chego na linha de frente? A vida de Tim Hetherington, de Sebastian Junger. Abaixo, confira os horários e locais de exibição de Ritmos de Resistência no Festival do Rio de Cinema. Esperamos você lá.

Mostra Limites e Fronteiras

SEX (4/10) 14:00 – Oi Futuro em Ipanema
SAB (5/10) 19:15 – Centro Cultural Justiça Federal 2
TER (8/10) 17:30 – Estação Botafogo 3 
QUA (9/10) 13:20 – Estação Vivo Gávea 1
QUA (9/10) 19:40 – Estação Vivo Gávea 1

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja