"Bem-vinda seja a tempestade!"

http://www.anovademocracia.com.br/119/13c.jpg

Após um ano de espera a chuva chegou ao sertão do Norte de Minas e em toda a região o povo é só alegria: no campo os trabalhadores já preparam a terra, na cidade todos só falam do alívio do calor de mais quarenta graus e, junto às refrescantes e deliciosas brisas, vieram algumas reflexões.

Vivemos num país com um dos maiores potenciais hidrográficos do mundo e aqui no Norte de Minas temos o rio São Francisco. Por que então o povo sofre tanto com a seca? Por que esperar um ano pela água que está bem debaixo de nossos pés e ao alcance de nossas mãos?

A seca mais prolongada dos últimos quarenta anos no Norte de Minas afeta as pessoas pertencentes às diferentes classes de formas diversas: para o camponês pobre a seca é fonte inesgotável de sofrimento, para o latifundiário é um motivo a mais para receber subsídios milionários do governo. Mas, falar em indústria da seca é "chover no molhado", faz-se necessário ir além. É um absurdo no momento histórico em que vivemos, quando se fala tanto em avanços tecnológicos, depender da chuva para produzir o alimento que abastece um país considerado "em desenvolvimento".

Nos monopólios da imprensa e na academia muito se fala sobre os danos ao meio natural causados pelo homem e muito pouco sobre as brilhantes perspectivas que a natureza oferece ao ser humano. É evidente que a água que cai do céu é importante, mas, até quando ficaremos dependendo da boa vontade de São Pedro?

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza