Europa: ano termina, crise continua

A- A A+

http://www.anovademocracia.com.br/123/17.jpg

Não obstante as projeções mais ou menos otimistas acerca da “recuperação” da economia capitalista lançadas pelas “autoridades” e pelos banqueiros para os anos vindouros, inclusive para 2014, e sobretudo em se tratando da Europa, a realidade é que a crise geral de superprodução relativa do capitalismo é abissal e se prolongará ainda por muito tempo. A inexorável deterioração do “mercado de trabalho” europeu não deixa margem para outra conclusão.

Na Grã-Bretanha, o número de pessoas que procuram instituições de ajuda alimentar vem aumentando exponencialmente nos últimos anos, como AND já noticiou em edições passadas. A situação de “insegurança alimentar”, como gostam de dizer os burocratas funcionais ao capitalismo, chegou a tal ponto que a Cruz Vermelha britânica, pela primeira vez desde a segunda grande guerra imperialista, está destinando recursos para ajudar pessoas que não conseguem botar comida nas mesas de suas famílias.

Na Itália, três milhões e 200 mil trabalhadores, ou 12,5% da população ativa, procuram e não encontram meios para se sustentarem e a suas famílias, um número jamais registrado desde a criação de dados estatísticos sobre o desemprego no país. Entre os trabalhadores jovens, com até 24 anos de idade, a última taxa de desemprego registrada na Itália também é recorde: 41,2%.

Na Bélgica, sede da União Europeia – instância supranacional do capital monopolista europeu – diversas e sucessivas denúncias deram conta no fim de 2013 de um sem número de casos de exploração semi-escravocrata de trabalhadores de outras nações do continente, vindos dos elos mais fracos da incensada “União”.

Um dos mais escabrosos foi o de 60 operários portugueses que eram pagos a dois euros a hora de trabalho, o equivalente a um salário mensal de cerca de 330 euros, valor muito abaixo do próprio salário mínimo português, que é de 485 euros.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja