Teatro militante para crianças e adultos

A- A A+

Trabalhando um teatro de militância voltado primeiramente para crianças e paralelo para adultos, o grupo paulistano Nóis Na Mala pretende viajar por todo o país com seu teatro, ideia que aparece em seu nome.

http://www.anovademocracia.com.br/129/10a.jpg

— Tudo começou quando eu e o Bruno Cordeiro, então alunos do último ano de licenciatura em arte teatro da Unesp, tivemos a ideia de reunir amigos e fazer um teatro de militância que dialogasse com as crianças — fala João Alves, integrante do grupo.

Sempre achamos que as histórias infantis tinham um cunho voltado para uma educação de direita. Nossa ideia era transformar essa realidade colocando questões políticas nos contos. Aqueles que já tinham alguma coisa nesse sentido, queríamos sublinhar mais ainda, dar relevo maior a essa questão.

O primeiro espetáculo, Uma jornada de João e Maria, estreou em 2010 focando a questão da fome.

— São duas crianças moradoras de uma pequena vila no sertão do Nordeste, que escutam os pais conversando sobre abandoná-las para que pudessem ter uma vida melhor em outro lar. Isso faz com que as crianças entrem em uma jornada cheia de desafios, com aliados e inimigos — expõe João.

— A montagem apresenta a vida em um contexto de miséria, situação extrema que leva as pessoas a tomarem decisões de limites. Em Histórias de medo, tratamos de assuntos muitas vezes evitados para crianças, como o medo. Usamos a música e o bom humor para chegar em momentos tenebrosos das histórias, sempre dialogando com as crianças — continua.

Já em Nosso meio ambiente, tratamos de questões ligadas ao cuidado com o meio ambiente, levando para o cotidiano das crianças. E assim tratamos todas as nossas montagens, sempre tendo o cuidado de chegar em uma linguagem acessível para as crianças, dentro desse contexto do social.

O grupo trabalha com contações de histórias, tendo o objetivo de estimular a leitura e a imaginação.

É importante lançar um olhar sobre a criança que a valorize como produtora de cultura, não apenas como receptora da mesma. Procuramos estabelecer um diálogo que respeite e considere seus saberes, para que a partir daí possa aprender novas coisas — explica João.

Paralelo às montagens para as crianças, passamos a montar espetáculo para o público adulto. Isso sem nenhuma intenção de parar com o trabalho para o público infantil, que achamos muito importante, significativo.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Mário Lúcio de Paula
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira