RJ: Morro dos Macacos se levanta contra UPP

A- A A+
http://www.anovademocracia.com.br/131/13a.jpg
Moradores do Morro dos Macacos erguem barricada em chamas numa rua de Vila Isabel

Na noite do dia 6 de maio, mais um caso de violência envolvendo uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) ganhou as manchetes dos noticiários. No Morro dos Macacos, Zona Norte do Rio de Janeiro, o menino Vitor Gomes Bento, de 8 anos, foi baleado depois de um “patrulhamento de rotina” pelas vielas da favela. A população, assim como a família do garoto, acusa policiais da UPP de entrarem atirando a esmo em um beco e acertarem o menino em cheio na cabeça. Revoltados, moradores desceram o morro, fizeram barricadas e enfrentaram as tropas de repressão do Estado reacionário.

Nossa equipe esteve no local e registrou imagens de pessoas fugindo do gás lacrimogêneo, mulheres e crianças deixando a favela em busca de atendimento médico. A reportagem de AND também pôde acompanhar de perto a resistência dos moradores, com paus, pedras, rojões e morteiros, contra a polícia armada com bombas de gás e efeito moral e balas de borracha.

— Eles não respeitam ninguém. Esculacham morador, dão tapa na cara. Estão jogando bombas dentro das casas das pessoas. Isso não pode acontecer. A gente não tem nada a ver com nada. Acertaram a criança na cabeça saindo da escola. Isso não pode acontecer. Nós somos sofredores — diz um jovem com o rosto coberto.

— O meu filho de um ano e sete meses foi levado para o hospital pelo meu marido porque fixou asfixiado pelo gás de pimenta. Isso é um absurdo. Essa UPP só piorou o morro. Estou indo para o hospital do Andaraí. Eu estava dentro de casa e nem sabia o que estava acontecendo — diz a diarista Cláudia Gonçalves.

Nos dias 7 e 8 de maio, moradores voltaram a protestar fazendo barricadas no entorno do Morro dos Macacos, bloqueando ruas e novamente enfrentando as tropas de repressão. Até o fechamento desta edição, as últimas informações que tivemos eram de que o menino Vitor Gomes, depois de ser submetido a várias cirurgias, continua internado em estado gravíssimo na UTI do Hospital dos Servidores, no Centro do Rio de Janeiro.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja