O povo boicota a Copa da Fifa

A- A A+
http://www.anovademocracia.com.br/131/05a.jpg
Graffiti na Favela do Metrô, RJ, onde foi travada luta contra a remoção

Quando o povo sai perdendo, não há o que comemorar

Na Copa da burguesia as ruas do Brasil não estão mais verde-amarelas. A menos de 25 dias para o início Copa do Mundo, as ruas das nossas cidades não são vistas com as tradicionais decorações aclamando o campeonato mundial de futebol, a maior paixão dos brasileiros. Tal fato demonstra claramente o humor do “torcedor”, que não aderiu à euforia do monopólio da mídia e do Governo burguês promovendo a Copa da FIFA.

Gerenciamento privado e farsa eleitoral

A deficiência na administração de todos os serviços públicos básicos, tais como educação, saúde, transporte e segurança suscitou na população o questionamento da legitimidade do Brasil para sediar um evento do porte da Copa do Mundo. A falta de credibilidade do setor político por conta da administração pública alternar siglas numa farsa eleitoral que gerencia em favor do capital privado, em detrimento do interesse público, vem alimentando a justa revolta popular desde as chamadas Jornadas de Junho.

http://www.anovademocracia.com.br/131/05b.jpg
Graffiti feito pelo Coletivo Bagaço em Pernambuco

Denúncias estimulam boicote

De acordo com o relatório de auditoria do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) as obras do Maracanã foram superfaturadas. A reforma do estádio de futebol mais popular do mundo para a Copa da burguesia, orçada em R$ 705 milhões, tem custo final estimado em R$ 1,2 bilhão! Os dados desse relatório apontam para a conclusão de que o superfaturamento passou dos R$ 67 milhões, com uma série de itens sem justificativa técnica ou suprimidos e substituídos com valor superior em um “jogo de planilha” que resultou nesse montante. O relatório também pede o cancelamento do pagamento desses valores às construtoras Odebrecht e Andrade Gutierrez ¹.

Movimento de Decoração Anti-Copa

O tabloide da burguesia capitulou ao noticiar que, neste ano em que a Copa do Mundo será realizada no Brasil, a Secretaria de Ordem Pública da Prefeitura do Rio de Janeiro (SEOP) não recebeu nenhum pedido de autorização para decoração de rua na cidade. Mesmo que não haja nenhuma proibição, ou mesmo restrição da mesma, relacionada à decoração de ruas em época de Copa². Embora as cidades do Brasil tenham a tradição de enfeitar suas ruas com bandeiras, faixas, pinturas, artes plásticas, entre outros. Este ano não vemos as ruas decoradas para a Copa do Mundo como de costume.

Por outro lado, entretanto, manifestações de insatisfação podem ser vistas pelo país inteiro. Nesse sentido, surgiu o Movimento de Decoração Anti-Copa de Ruas, cuja proposta é se manifestar artisticamente pelas ruas das cidades do Brasil com intuito de demonstrar toda a desaprovação popular em razão da Copa. Segundo sua Fan Page no Facebook [https://www.facebook.com/DecoracaoAntiCopa], qualquer um pode realizar sua decoração ou intervenção anti-Copa ou registrar alguma e enviar as imagens para a página, que já reúne diversas fotos de manifestações artísticas anti-Copa e está aberta para novas contribuições!

___________
Notas

(1) http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/noticia/2014/04/tce-aponta-maracana-superfaturado-em-r-673-mi-e-problemas-na-reforma.html

(2) http://oglobo.globo.com/blogs/blog_gente_boa/posts/2014/04/26/copa-estranha-prefeitura-nao-recebeu-pedidos-para-decoracao-de-rua-533665.asp

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja