Notícias da Guerra Popular

Índia: “O governo desenvolve a guerra contra os maoístas sob ordens das transnacionais”

Reproduzimos trechos da entrevista de Varavara Rao, proeminente progressista indiano, presidente da Associação de Escritores Revolucionários e coordenador do Fórum pela Alternativa Política, publicada no último dia 26 de agosto na página do periódico The New Indian times.

http://www.anovademocracia.com.br/138/20.jpg

Varavara Rao falou sobre o “Janatana Sarkar” (Governo Popular) implementado na região de Dandakaranya e sobre o movimento maoísta no país.

Qual foi a razão para lançar o Fórum pela Alternativa Política?

O Fórum pela Alternativa Política se criou para unir todas as forças que se rebelam contra o modelo de desenvolvimento global e resolver velhos problemas enfrentados pelos diversos setores da sociedade. O fórum proporcionará uma alternativa à política existente.

É possível a transição do cenário político atual para a sua proposta?

Desde já. Na realidade não é uma transição e sim uma revolução. Queremos replicar o conceito do “Janatana Sarkar” que tem sido levado a cabo com êxito nas zonas da região de Dandakaranya. O Grupo Guerra Popular (GPP) está construindo estradas de cimento e concreto, levantando escolas e proporcionando serviços médicos aos membros das aldeias no interior do distrito de Bastar, em Chhattisgarh. Estão promovendo o “autogoverno” nestes povoados.

Em uma época em que o movimento comunista está perdendo seu brilho e tem sido fraco no país, gozará de aceitação a alternativa que propõem?

Indubitavelmente. Os comunistas [se refere ao PCI (Marxista), partido revisionista*] tem se debilitado, mas não os revolucionários [PCI (Maoísta)]. O fato é que eles têm se insurgido mais fortes nos últimos dez anos. A direção maoísta está abordando a situação com uma estratégia tripla de criar consciência entre os setores oprimidos nos cinturões tribais, intensificando a participação das massas contra o Estado e aumentando os ataques armados.

O PCI (Maoísta) já está trabalhando pela libertação de Jharkhand, Chhattisgarh, partes de Orissa, Bihar e Bengala Occidental [estados indianos]. Pensamos que os “comunistas” [revisionistas] têm implementado políticas neoliberais. O governos do PCI (Marxista) em Bengala Occidental têm implementado políticas de “nova economia” nos últimos 30 anos. Nós também lutamos contra elas.

Com Modi (1º ministro da Índia), no governo central, você espera alguma mudança na política maoísta?

Em absoluto. Na realidade, o governo Modi está planejando lançar uma guerra em grande escala contra os rebeldes maoístas e ao povo que ele dirige em distintas partes do país. O governo central tem enviado grandes contingentes de “segurança” para zonas da Índia Central e Oriental, incluindo Chhattisgarh, Orissa e Jharkhand. O governo Modi está construindo uma histeria bélica contra os rebeldes maoístas independentemente do fato de que este ataque seria dirigido contra alguns dos setores mais pobres do país. Na realidade, isto está se convertendo em uma guerra de Estado contra seu próprio povo.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro