Grécia: nada de novo virá da farsa eleitoral

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Em 25 de janeiro, o Syriza, taxado como partido de “extrema-esquerda” pela reação e pelos monopólios de comunicações, venceu as eleições na Grécia. Alexis Tsipras é o novo gerente semicolonial desse país afundado na mais profunda crise, convulsionado nos últimos anos por multitudinários e violentos protestos de massas contra as medidas antipovo decretadas pelos governos anteriores.

Não é novidade o oportunismo cavalgar as tormentosas ondas de insatisfação e revolta popular, travestindo-se de “novo”, “radical”, “oposição” e “esquerda” para depois aplicar e aprofundar as medidas contra as quais antes dizia lutar.

Com o aprofundamento da crise do imperialismo na Grécia e o crescente protesto popular, os imperialistas e as classes reacionárias gregas necessitam não só reprimir brutalmente as massas em luta, mas também desarmá-las ideologicamente. Aí entra o papel da denominada Coalizão da Esquerda Radical (Syriza), vencedora das eleições.

O resultado eleitoral e o canto da sereia de “mudanças” com o gerenciamento pelo Syriza do velho Estado fascista grego ilude alguns, que, eufóricos com a via eleitoral, celebram a vitória do Syriza nas urnas como se isso representasse alguma mudança substancial para as amplas massas populares do país. Mas não engana a todos e já começa a se desmascarar com o anúncio de acordos e alianças firmadas entre a “esquerda radical” e todo rebotalho de velhas raposas dos partidos reacionários para assegurar a chamada “governabilidade” etc..

O povo da Grécia — sobretudo sua combativa juventude — que luta contra a Troika, as políticas antipovo e suas medidas draconianas de cortes de direitos, enfrentando a repressão policial com paus, pedras e fogo, deve se organizar, manter-se firme em suas trincheiras sem alimentar ilusões. Construir suas Assembleias e Conselhos Populares de luta combativa nos bairros, escolas e locais de trabalho. Resistir e enfrentar o velho Estado, desenvolver novas e mais avançadas formas de luta, se organizar para solucionar suas demandas de forma independente. Assim, e somente assim, o povo grego construirá e fortalecerá sua organização de vanguarda para travar os grandes combates que varrerão a velha ordem e edificarão uma nova e verdadeira democracia.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin