A bagaceira do Boi Cote

A- A A+
http://www.anovademocracia.com.br/147/16a.jpg
Faixa do Coletivo Bagaço e do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR)

Era uma vez um vaqueiro chamado Mateus.

Mateus não tinha terra pra plantar, tinha de trabalhar a terra do coronel, um latifundiário. O coronel tinha um boi de que gostava muito. E foi justamente deste boi que Catirina, companheira de Mateus, durante a gravidez, sentiu o desejo de comer a língua num guisado. Mateus entrou numa contradição: atender o desejo de Catirina e matar o boi predileto do patrão ou deixar a mulher com desejo, o que é um perigo durante a gravidez.

Preparou então o guisado com a língua do boi e, para evitar a fúria do coronel, pediu ajuda dos índios, que fizeram uma pajelança para ressuscitar o boi. Esta é a história do Bumba meu boi.

E é baseado nesta história que dezenas de bois participam do encontro de bois nas quartas-feiras de cinzas do carnaval de Olinda.

http://www.anovademocracia.com.br/147/16b.jpg
Grafite sobre o cangaço

Boi Cote

O Boi Cote é um boi diferente. Como diz o seu cerimonial:

“O Boi Cote surge através de quatro gerações que transitaram pelas regiões do nosso estado [Pernambuco], esse que cresce como um presságio das mudanças que virão. Nasceu sem rabo, pois não tinha rabo preso com ninguém, e sua língua sempre foi enorme e solta, para denunciar os males dessa terra, e era o vaqueiro Zé Luís seu dono. Este, que assim como Mateus era mais um escravo do latifúndio, decide sair daquela fazenda com sua família para buscar condições melhores de vida, porém o coronel tenta impedi-lo. Ele então busca ajuda dos cangaceiros para fugir pela caatinga e encontrar o ‘sonho’ da terra fértil e irrigada da Zona da Mata.” [...]

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja