México: boicote à farsa eleitoral

A- A A+

O velho Estado mexicano mobilizou mais de 40 mil militares e policiais federais em vários estados do sul do país na véspera das eleições parlamentares e locais. A farsa eleitoral deste ano se deu em meio a intensos protestos populares onde os manifestantes conclamaram o povo a boicotar e não comparecer às urnas.

http://www.anovademocracia.com.br/152/15c.jpg
Manifestantes queimam títulos eleitorais: "¡No votar!"

Na cidade de Oaxaca, o sindicato dos professores CNTE queimou 13 mil cédulas e urnas no Instituto Nacional Eleitoral (INE). Em várias aldeias e outras localidades ao redor da cidade aconteceu o mesmo. No dia 5 de junho, três mil militares ocuparam a região apoiados por helicópteros e drones.

No estado de Guerrero — onde, no ano passado, 43 estudantes foram sequestrados com a cumplicidade e participação do governo (ver matéria na página 14) —, familiares dos estudantes e professores também tomaram as ruas em protestos e rechaçaram a farsa eleitoral. No povoado de Tixtla, as eleições tiveram de ser canceladas e, no centro de Tlapa, manifestantes ocuparam um escritório do INE, tomaram 116 mil cédulas eleitorais e as incendiaram.

Na cidade de Xalapa, trinta manifestantes mascarados lançaram coquetéis molotov na sede do INE. Em Córdoba e Orizaba, escritórios eleitorais foram ocupadas por professores, e em Chilpancingo um veículo que transportava material eleitoral foi interceptado por manifestantes, que o incendiaram.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia
LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza