Cresce a luta pela moradia no Recife

http://www.anovademocracia.com.br/152/08c.jpg
Choque da polícia fascista atuando num dos despejos

Na manhã do dia 28 do último mês maio, o Choque, a Rádio Patrulha, o Exército e a Aeronáutica removeram brutalmente centenas de famílias da Ocupação Cacique Chicão, localizada na Avenida Recife, ao lado do Aeroporto Internacional dos Guararapes.

A PM detonou bombas, balas de borracha e incendiou metade dos barracos, mesmo sabendo que crianças e idosos moravam no local, em uma ação digna de guerra civil. Helicópteros sobrevoaram o terreno, comerciantes foram comunicados que não deveriam abrir suas lojas e a Avenida Recife (uma das principais da cidade) foi interditada nos dois sentidos pela CTTU. Duas pessoas foram detidas e uma mulher ferida.

Houve resistência: famílias tentaram invadir a pista do aeroporto. Muitas delas continuaram dentro de seus barracos e falaram que não sairiam, nem com o trator passando por cima.

A advogada Dra. Maria José do Amaral está acompanhando as famílias desde o início da ocupação e tomando todas as providencias jurídicas. A reintegração de posse estava embargada desde dia 24 de maio, mas foi executada a mando da Juíza Dra. Joana Carolina, da 12° Vara da Justiça.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Mas os moradores continuam resistindo e voltaram a ocupar o terreno da união na mesma noite do despejo.

No dia seguinte, fizeram uma manifestação fechando a via com pneus, denunciando a violência e a ilegalidade. Os despejos acontecem com frequência na cidade do Recife.

Na semana anterior, dia 21/5, acontecera, no Parque do Jiquiá, área da prefeitura, em San Martin, outro despejo violento, assim como no dia 16 num terreno localizado na Brasilit, próximo à UFPE. Famílias foram despejadas pela Guarda Municipal sem mandado. Nessas duas localidades, os trabalhadores seguem firmes reivindicando seu direto a moradia digna.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin