Poetizando cultura gaúcha

A- A A+

Poeta e compositor que vem se destacando entre os defensores da cultura regional gaúcha, Rômulo Chaves participa de festivais, principalmente aqueles ligados ao movimento nativista. Nascido em Palmeira das Missões, aos 35 anos de idade, Rômulo já recebeu mais de cem premiações de letrista, e tem caminhado no campo da literatura.

http://www.anovademocracia.com.br/156/16a.jpg

— A música sempre esteve em minha vida. Quando criança, minha família ouvia muito as rádios, principalmente de frequência AM. Assim, fui acostumado com o que se fazia em termos de arte, no mais das vezes, regional, que era a predominância do espaço musical nestas frequências — conta.

— A poesia chegou mais tarde, após uma ávida vida de leitor. Fui um obstinado leitor, contemplando estilos variados que, mais tarde, foram, aos poucos, compondo os recursos de estilística que tenho usado para meus versos.

Preocupado em preservar sua cultura, Rômulo integra o movimento nativista do Rio Grande.

O Nativismo é quase uma filosofia, um modo de pensar a cultura. Está muito conectado com as coisas que vêm da terra, valorizando a cultura que é daquele lugar, fazendo com que esta identidade cultural não se perca —explica.

Por aqui existe o Movimento Tradicionalista, que é uma outra situação, e o Movimento dos Festivais Nativistas. Neste último, entrei no ano de 2002, aos vinte e dois anos, com uma canção chamada Pra se Cantar ao Entardecer, parceria com o compositor Helton Zanchi.

A canção foi interpretada no festival Carijo da Canção Gaúcha, realizado em Palmeira das Missões.

É inspirado no método de fabricação de erva-mate, que, no passado, era secado em um jirau de varas toscas, chamado Carijo. A exemplo do Carijo, ocorrem vários eventos desta natureza cultural, que revelam mais de quinhentas músicas inéditas a cada ano.

São considerados de extrema produtividade, a busca pela qualidade poética e sonora é uma premissa recorrente. Cada comunidade que hospeda um festival de música nativista tem possibilidade de conhecer o Rio Grande do Sul pelos olhos dos compositores.

Ocorre, portanto, um intercâmbio cultural intenso, espontâneo e de alta produção musical. Os produtos finais (CDs ou DVDs) são o registro daquela edição —acrescenta.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja