Índia: Estado fascista prende 10 mil para evitar marcha

A- A A+
Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia


O fascista, covarde e criminoso governo de Telangana e o velho Estado fascista indiano encarceraram cerca de 10 mil pessoas para evitar suas participações em uma marcha convocada pela Frente Democrática de Telangana (FDT) que faria a denúncia dos assassinatos de guerrilheiros maoístas cometidos em “falsos encontros”. Estes “encontros” são, na realidade, formas de ocultar e justificar execuções sumárias contra os lutadores do povo.

Apesar de toda propaganda mentirosa que a reação vocifera, de que a guerrilha naxalita (como são conhecidos os maoístas na Índia) está isolada e de que não conta com o respaldo do povo, estas prisões demonstram que o movimento revolucionário maoísta tem um amplo respaldo popular nos setores mais pobres e oprimidos de toda a Índia. Este é o verdadeiro rosto do velho Estado indiano, o qual o imperialismo chama de “a maior democracia do mundo”.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Matheus Magioli Cossa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Matheus Magioli Cossa
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira