Notas nacionais

A- A A+

RJ: em defesa do direito de manifestação!

Em 18 de novembro, o Comitê em Defesa dos Presos e Perseguidos Políticos, a Comissão de Pais e Familiares dos Presos e Perseguidos Políticos e o Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR) organizaram um debate na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) com o tema “Lutar não é crime! Em defesa do direito a manifestação!”. Os palestrantes foram a Dra. Vera Malaguti (socióloga e professora de criminologia da UERJ), o Dr. Marino D’Icarahy (destacado advogado de ativistas), Guilherme Leite Gonçalves (professor de Sociologia do Direito da UERJ) e o jovem Igor Mendes (militante do MEPR e ex-preso político).

http://anovademocracia.com.br/162/07.jpg
Palestrantes criticaram a Lei Antiterrorismo fascista de Dilma

Entre outros temas, o debate discutiu a situação dos 23 ativistas perseguidos políticos no Rio de Janeiro e a lei antiterrorismo fascista da gerência Dilma/PT. Segundo os organizadores, “A aprovação dessa lei fascista, antipovo e antiprotestos, é o verdadeiro golpe dado por esse governo contra o povo. É fundamental levantar um amplo movimento popular de repúdio a todas as tentativas de criminalizar as lutas da juventude, das mulheres, dos operários, camponeses e todos os trabalhadores. Essa lei só pode e será derrotada com mobilizações, nas ruas, sobretudo num contexto em que se gestam novos levantamentos populares que estremecerão o Brasil nos próximos anos!”.


GO: contra terceirização de escolas públicas

   No dia 19 de novembro, centenas de pessoas marcharam pelos ruas do Centro de Goiânia dando continuação na luta contra a aplicação de Organizações Sociais (OSs) para administrar colégios públicos do estado e denunciando também, a tentativa do governo Marconi Perillo de militarizar outras escolas.

http://anovademocracia.com.br/162/08.jpg
Estudantes e professores incendiaram pneus durante o ato

  Os manifestantes bloquearam ruas alertando a população sobre os impactos negativos na educação que tais medidas irão provocar, como a precarização do trabalho dos professores e outros funcionários, trazendo, assim, a precarização do ensino em geral.

   A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros reprimiram a manifestação atirando jatos d’água em direção aos manifestantes, na tentativa de apagar o fogo colocado em pneus. Os manifestantes resistiram e impediram a tentativa das forças de repressão em acabar com o protesto legítimo. Uma nova manifestação estava convocada para o dia 26, um dia depois do fechamento desta edição.


RJ: protesto contra crimes da Vale

No fim da tarde de 16 de novembro, centenas de manifestantes se reuniram no Centro do Rio de Janeiro durante uma manifestação que cobrou a responsabilização da empresa Vale pelos acontecimentos no município de Mariana (MG). O protesto foi realizado na Avenida Graça Aranha, em frente a entrada da empresa, que, junto da anglo-australiana BHP Billiton, é dona da Samarco, a responsável pela barragem rompida.

Durante o ato, manifestantes escreveram palavras de ordem e sujaram a fachada do edifício com lama. Alguns manifestantes também se cobriram de lama simbolizando as vítimas de Mariana. A última edição de AND (nº 161) trouxe como uma das manchetes de capa o artigo “Nem acidente, nem desastre ambiental: É CRIME DELIBERADO!”, tratando sobre a situação na região. Já esta edição traz um artigo de Eduardo Magrão intitulado “Tem muito mais sujeira debaixo do lamaçal de crimes”,que pode ser lido na página 6.


AND nas mãos dos trabalhadores!

Como parte das lutas de nosso povo, os comitês de apoio ao jornal A Nova Democracia têm realizado brigadas de divulgação nas ruas, praças públicas, feiras e trens das grandes cidades. Em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro, no último dia 19 de novembro, centenas de exemplares de edições passadas foram distribuídos no Centro da cidade. Já nos dias 9 e 17 de novembro, o Comitê de Apoio ao AND fez as tradicionais vendas nos trens da Central do Brasil. Ao todo, 120 exemplares foram vendidos para os trabalhadores e trabalhadores que utilizam o transporte ferroviário.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

   Em São Paulo, brigadas de divulgação foram realizadas em algumas escolas ocupadas na capital e em Campinas. Em Barcarena, Região Metropolitana de Belém (PA), o Comitê de Apoio foi até um polo industrial em 7 de novembro e divulgou exemplares do AND para os operários da empresa Hydro Alunorte. Neste mesmo dia, uma brigada de divulgação foi realizada numa feira de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (BA).

   O jornal A Nova Democracia, órgão da imprensa popular e democrática, chega cada vez mais às mãos dos operários, estudantes e camponeses brasileiros. Saudamos as iniciativas de nossos comitês de apoio!


ES: contra a falta d’água

Oito pessoas foram presas durante protestos por causa da falta d’água em Colatina, Noroeste do Espírito Santo, na noite de 24/11. A população local enfrentou a tropa de choque da Polícia Militar e ergueu barricadas em chamas pelas ruas.


PE: luta pela moradia

Na manhã do dia 24 de novembro, moradores da Ilha de Joaneiro, localizada na Zona Norte do Recife, fecharam a Avenida Agamenon Magalhães, na região do bairro Santo Amaro, durante um protesto por moradia. Já em Olinda, Região Metropolitana de Recife, habitantes da comunidade V8 realizaram protestos contra uma reintegração de posse. Em um destes protestos, os moradores queimaram pneus e outros objetos na Avenida Joaquim Nabuco.


Protesto na BA-262

Em  21/11, um protesto fechou os dois sentidos da BA-262, em Vitória da Conquista, no Sudoeste da BA. A população local protestava contra a falta de luz que já durava mais de dez dias em alguns bairros. Os manifestantes ergueram uma barricada em chamas para bloquear a via.


MG: filme e debate sobre a luta camponesa

Somando-se à Semana Pela Soberania Audiovisual - Brasil, o Comitê de Apoio ao Jornal A Nova Democracia de Belo Horizonte e a Escola Popular Orocílio Martins Gonlçalves promoveram, noite de 18 de novembro, a exibição do documentário ‘Memórias da Terra: Resistência de Cachoeirinha’, produzido pelo coletivo Desneuralizador, de Goiás.

Estiveram presentes estudantes, membros do Comitê de Apoio ao AND, alunos e professores da Escola Popular Orocílio Martins Gonçalves, operários da construção civil, entre outros convidados. Após a exibição do vídeo, ocorreu um debate que contou com a participação de um representante da Comissão Nacional das Ligas de Camponeses Pobres (LCP). No debate, foi destacada a importância dos vídeos que são registros das histórias de lutas de nosso povo e a necessidade de se realizar atividades desse caráter mais vezes para propagandear a Revolução Agrária nas cidades, tema que os governos e monopólio da imprensa tentam, a todo momento, de forma criminosa, enterrar. O representante da LCP destacou a luta de Cachoeirinha como batalha histórica dos camponeses do Norte de Minas e Sul da Bahia nos anos 60.


MG: contra falta de luz

Com uma barricada pegando fogo, moradores do Jardim do Carmo 2, em Itapecerica da Serra, São Paulo, protestaram contra a companhia Eletropaulo devido a constante falta de energia elétrica na região.  A falta de luz já durava dias, motivo que gerou revolta no povo. Durante a manifestação, os moradores exigiram da empresa uma solução imediata para o problema.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja