México: justiça para os 43 de Ayotzinapa!

Os pais dos 43 estudantes da Escola Rural Normal de Ayotzinapa que estão desaparecidos já há mais de um ano iniciaram, em 27 de novembro, um acampamento com duração indefinida bem na frente da casa do “presidente” do país, Enrique Peña Nieto, na Cidade do México, para exigir informações sobre o paradeiro dos seus filhos. E para exigir justiça.

http://anovademocracia.com.br/163/23a.jpg
Campanha pelos 43 ganhou repercussão internacional

Centenas de populares solidários àquela luta acompanharam os pais dos jovens em uma marcha que partiu do monumento do Ángel de la Independencia e percorreu o Paseo de la Reforma, antes de chegar à residência presidencial.

Peña Nieto, por seu turno, mobilizou um forte aparato repressivo para “acompanhar” a manifestação dos pais dos 43 de Ayotzinapa, inclusive com a presença de dezenas de policiais da tropa de choque.

No último 26 de novembro se completaram 14 meses do ataque policial a estudantes que estavam em ônibus a caminho de Iguala, cidade vizinha a Ayotzinapa, no estado mexicano de Guerrero. Quem ordenou o ataque foi o prefeito de Iguala, José Luis Abarca, visando evitar que os estudantes se reunissem em um protesto e causassem problemas ao evento eleitoral de sua esposa, María de los Ángeles Pineda Villa (candidata à sucessão), no centro da cidade. Seis pessoas morreram no ataque, entre elas três estudantes. Alguns jovens foram parar no hospital e 43 foram sequestrados. Segundo as suspeitas iniciais, eles foram entregues ao cartel de drogas ‘Guerreros Unidos’ — do qual a “primeira-dama” de Iguala é tesoureira. Os traficantes teriam assassinado todos eles.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin