Inovação é Calango Brabo

A- A A+

Idealizador, vocalista, compositor e guitarrista da banda Calango Brabo, o paulistano Daniel Ruberti luta, à sua maneira, pela preservação e propagação da música brasileira. Nascida em 2006, a banda procura misturar ritmos para conseguir uma nova concepção sonora, com a intenção de levar a música regional para um público que a desconhece.

http://anovademocracia.com.br/165/17a.jpg

Sou uma mistura de sangue europeu e africano, meu pai é filho de português com italiano, e minha mãe é natural do Egito. Quando criança tinha muito contato com a música erudita, pois minha mãe era professora de ballet clássico — conta Daniel.

Por influência do meu pai, que tocava não profissionalmente, e era muito talentoso, tive contato com o rock de Pink floyd, Beatles etc. E apesar de ter começado meus estudos musicais aos 5 anos de idade, a música regional foi entrar na minha vida aos 25, quando integrei a equipe técnica do violeiro Almir Sater.

Trabalhei com o Almir por quase dois anos, e era responsável por seu equipamento e instrumentos durante as viagens: violas, violões de 12 cordas. Às vezes passava dias em hotéis na companhia de tais instrumentos, e ficava tocando e estudando com a minha linguagem de rock nesses instrumentos — relata.

Daniel diz que esses instrumentos têm um som característico de música raiz, e percebeu que a mistura era boa.

Percebi que essa combinação, apesar de delicada, ficava muito bonita e inspiradora, e então comecei a compor algumas coisas. Foi quando consegui alguns amigos músicos para fazer experimentos em estúdio utilizando a guitarra no lugar das violas.

O resultado foi uma surpresa agradabilíssima aos meus ouvidos, e após alguns meses estava consolidado o Calango Brabo. Foi o trabalho com Almir Sater o grande passo que impulsionou a criação da banda, porque além dos instrumentos, eu tinha contato com vários artistas do gênero, e seus diferentes temperos e sotaques —continua.

Isso foi servindo como referência para poder chegar à concepção sonora que o Calango Brabo apresenta hoje. Depois do trabalho com o Almir, trabalhei em Ongs nas regiões carentes de São Paulo, onde é muito difundida a música de raiz, principalmente no aspecto percussivo —acrescenta.

Trabalhar com a música de raiz para Daniel é muito importante, dentre outros, no sentido de preservação.

Sem disseminar essa cultura, ela acaba se perdendo. Os veículos de comunicação muitas vezes não difundem esse conhecimento musical, e as novas gerações acabam esquecendo da riqueza da cultura de raiz e se apegando a cultura pop —expõe.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja