Aldeia Takuara é alvo de novos ataques do latifúndio

A- A A+

No dia 13 de janeiro de 2016, 13 anos após o assassinato do Cacique Marcos Veron por pistoleiros, parte da aldeia Takuara, no Mato Grosso do Sul, foi retomada pelos Guarani Kaiowá.

“Nossa aldeia foi toda incendiada, fomos atacados por pistoleiros e pela Polícia Civil. Depois, pela Polícia Federal, fomos jogados na beira da estrada. Mas com muita resistência, retomamos a nossa Terra.”

A área indígena, roubada pelo latifundiário Jacinto Honório Silva, já foi declarada posse dos indígenas pelo Ministério da Justiça. Todavia, os indígenas afirmam que cansaram de esperar a justiça se consolidar, uma vez que, como em inúmeros outros casos, a homologação presidencial ainda não aconteceu.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

A aldeia, que é alvo de  diversos ataques a mando do latifúndio, foi novamente alvo de muitos disparos na madrugada de 10 de fevereiro.

Os indígenas afirmam que o sangue derramado dos guerreiros não será em vão e que a luta continuará.

“Nós não vamos recuar! Nós vamos lutar até a última gota de nosso sangue!”, disse uma liderança indígena.

“Mataram meu marido! Eu não vou mais sair daqui! Não quero mais essa soja na minha terra!”, declarou Ñandeci Júlia Cavalhera, esposa do assassinado Cacique Marcos Veron.

Os verdadeiros donos da terra

As fotos que publicamos nesta ocasião são do fotógrafo e colaborador do jornal A Nova Democracia, Ellan Lustosa, que esteve na aldeia Takuara na primeira quinzena de fevereiro registrando sua luta e prestando sua solidariedade ao povo Guarani Kaiowá.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja