FIP-RJ realiza combativo debate sobre os 3 anos das Jornadas de Junho

A- A A+

No último dia 17 de junho, cerca de 150 pessoas lotaram um auditório no terceiro andar do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da UFRJ, no Centro do Rio de Janeiro, para participar do debate convocado pela Frente Independente Popular (FIP-RJ) com o tema 3 anos da Batalha da Alerj – Viva as Jornadas de Junho!

O evento foi realizado no intuito de relembrar e reafirmar a atualidade das grandes jornadas de protestos populares que sacudiram o Brasil em junho de 2013 como estopim de toda a luta levada a cabo pelas massas no campo (principalmente) e na cidade. O debate se propôs também a ser o espaço para cada organização convidada expor e afirmar sua posição sobre o tema.

Foram convidados para compor a mesa representantes da Coordenação Nacional das Ligas de Camponeses Pobres (LCP), da União Popular Anarquista (UNIPA) e um dirigente operário da Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP) e do Núcleo de Estudos do Marxismo-leninismo-maoísmo. O Partido Comunista Brasileiro (PCB) foi convidado, porém não compareceu.

Viva a Revolução!

Na mesa de debate, o representante da LCP fez uma explanação sobre a situação do campo brasileiro, o massacre ocorrido recentemente contra indígenas do Mato Grosso do Sul, a situação da luta pela terra (particularmente em Rondônia, onde o conflito entre camponeses e latifundiários tem se acentuado de forma mais grave) e a necessidade do avanço da Revolução Agrária no Brasil. O representante da UNIPA expôs sua posição sobre as Jornadas de Junho de 2013 e exaltou a resistência da Juventude Combatente e dos trabalhadores.

Já o dirigente da Frente Revolucionária dos Direitos do Povo e do Núcleo de Estudos do Marxismo-leninismo-maoísmo fez uma ampla abordagem sobre a situação política nacional e internacional e a necessidade da reconstituição do partido revolucionário em nosso país como Partido Comunista maoísta para levar a cabo a Revolução de Nova Democracia ininterrupta ao Socialismo. Ele destacou a importância da organização e da realização da tarefa atual dos revolucionários brasileiros, a Revolução Agrária, como parte da Revolução de Nova Democracia.

Foi ponto de convergência entre todos os participantes a denúncia feita sobre o papel que o oportunismo eleitoreiro cumpre como auxiliar da grande burguesia e do latifúndio e como legitimadores de sua farsa eleitoral, e convocaram os presentes a boicotarem as próximas eleições municipais. Afirmaram que, independente de quem ganhe a farsa eleitoral em cada município, quaisquer que sejam as siglas do Partido Único (PT, pecedobê, PMDB, PSDB etc.) que estejam nas gerências municipais (bem como nas estaduais e federal), serão meras marionetes das classes dominantes: Não vote! Abaixo a farsa eleitoral!

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja