Notas nacionais

A- A A+

RJ: 3 anos das Jornadas de Junho

No dia 30 de junho, um importante debate com o tema ‘Jornadas de Junho e a criminalização dos movimentos populares’, promovido pela Frente Independente Popular (FIP-RJ), encheu o auditório do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) no Rio de Janeiro. Participaram do debate o advogado Marino D’Icarahy, representante da Associação Brasileira dos Advogados do Povo (ABRAPO); o advogado João Tancredo, Presidente do Instituto de Defensores de Direitos Humanos (DDH); o camponês José Gonçalves, da Liga dos Camponeses Pobres (LCP); Gláucia dos Santos, mãe de um dos jovens assassinados por PMs com 111 tiros disparados contra um carro em Costa Barros (caso denunciado na edição nº 163 de AND); Igor Mendes, ex-preso político da Copa da FIFA que ficou encarcerado durante 7 meses e um representante do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (CEBRASPO). Marcaram presença também estudantes da UFRJ, movimentos populares e entidades defensoras dos direitos do povo. O evento denunciou e expôs a escalada fascista do velho Estado brasileiro, aprofundada durante os protestos de 2013 e 2014, e que prossegue até os dias de hoje com a criminalizaçãoe repressão à luta popular, além da perseguição política e do genocídio contra o povo no campo e na cidade. Também ficaram claras as mostras de resistência que têm sido dadas por nosso povo ante esta brutal repressão e a necessidade de levantar e unir cada vez mais os democratas e revolucionários em torno da defesa do direito de rebelião popular.

MS: povo coloca candidato para correr

A farsa eleitoral se aproxima e o patético espetáculo dos candidatos já começou nos rincões do Brasil. Em 5 de julho, o vereador Alex do PT e dois assessores foram até a favela Cidade de Deus, no bairro Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande (MS), para fazer demagogia às famílias que haviam sido despejadas.

Revoltados com a injustiça e com o oportunismo do pretenso candidato a prefeitura, que acusava o atual prefeito sem ‘olhar para o próprio rabo’, como se diz no jargão popular, as famílias o confrontaram: “Você nunca ajudou a gente, não aprova projetos que beneficia a gente”.

Além de ser rechaçado pelo povo, Alex do PT teve o para-brisas traseiro do carro apedrejado.

PI, ES e PE: luta por moradia

Membros de uma ocupação no Loteamento Parque Poty, bairro ‘Todos os Santos’, na cidade de Teresina (PI), protestaram no dia 11 de julho, onde cobraram da prefeitura a construção de moradias para as 80 famílias que ocupam o terreno, que pertence a prefeitura.

http://anovademocracia.com.br/173/07a.jpg
Movimentos pró-moradia fazem protesto no Centro de Recife, PE

No protesto, as famílias atearam fogo em galhos para bloquear o trafego de veículos no local.

No município de Colatina (ES), cerca de 200 pessoas ocuparam o prédio da Prefeitura, no dia 5 de julho, reivindicando as casas do programa “Minha Casa, Minha Vida”, no bairro Nilson Soela III, que ainda não foram liberadas pela Caixa Econômica Federal. No início de junho, os moradores ocuparam as 433 casas, que já foram vendidas.

No dia 6 de julho, vários movimentos que lutam pela moradia protestaram no centro de Recife (PE), onde cobraram uma política habitacional por parte da gerência estadual de Paulo Câmara (PSC).

SE: ambulantes protestam

Na manhã do dia 11 de julho, ambulantes informais protestaram contra a apreensão de suas mercadorias por agentes da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (EMSURB), apoiados por Guardas Municipais, no entorno da Rua Santa Rosa, no Centro de Aracaju (SE).

Os ambulantes bloquearam o trânsito da Rua Santa Rosa, com uma barricada de pneus em chamas. Na cidade, existem 160 pontos determinados pela gerência municipal para limitar o trabalho dos ambulantes, que são perseguidos e reprimidos fora desses locais.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Mário Lúcio de Paula
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira