Persistir no trabalho e os avanços na divulgação de AND

A- A A+

Nos últimos meses a Redação de AND tem recebido mensagens enviadas por comitês de apoio ao Jornal A Nova Democracia de todo o país relatando atividades de divulgação em suas respectivas regiões.

http://anovademocracia.com.br/174/17a.jpg
Operários lêem o AND em Belo Horizonte (MG)

Recebemos com grande entusiasmo a notícia do crescente número de brigadas de divulgação realizadas de norte a sul do país, na forma de distribuição de exemplares antigos de AND, mas principalmente na forma de brigadas de vendas das edições mais recentes do jornal, e que em algumas regiões já se tornaram a principal forma de propaganda de A Nova Democracia. Dessa forma o jornal tem cumprido, através do esforço e dedicação dos comitês e apoiadores, sua missão de chegar às mãos das classes fundamentais de nosso povo, os operários, indígenas e camponeses, país afora.

Conforme notícias recebidas dos comitês de apoio em Rondônia, o jornal tem chegado regularmente às mãos do povo da região e, principalmente, aos camponeses em luta pela terra, como no acampamento Paulo Freire 04 e no Acampamento Jhone Santos de Oliveira, onde foram vendidos aproximadamente 30 exemplares da edição nº 172 de AND. No Norte de Minas Gerais, o jornal também tem sido divulgado nas áreas camponesas como na Área Revolucionária Cleomar Rodrigues em Pedras de Maria da Cruz. Já o comitê de Belo Horizonte tem reunido seus apoiadores e promovido brigadas de divulgação nos canteiros de obras, que têm animado cada vez mais os operários da construção civil para a Revolução de Nova Democracia e à necessidade de conformar a aliança operário-camponesa, sem a qual a frente única não pode triunfar. Em Curitiba (PR), o comitê de apoio tem estreitado os laços com a luta dos povos indígenas da região, além de realizar semanalmente brigadas de vendas junto com a distribuição de edições antigas e pedidos de contribuições, principalmente na região da Boca Maldita.

http://anovademocracia.com.br/174/17b.jpg
Brigada de divulgação do AND nos trens do Rio de Janeiro

Em Dourados (MS), a relação com os indígenas em luta na defesa de suas terras também tem sido importante expressão da ligação do comitê de apoio ao AND com as lutas do povo na região e nos tem proporcionado importantes relatos e matérias, que temos repercutido em nossas páginas. Lá, o comitê também tem feito a divulgação do jornal na Faculdade Intercultural Indígena percorrendo as salas da instituição, expondo o jornal e o compromisso com a causa indígena e camponesa: o resultado foi a venda de mais de 40 exemplares da edição 172. Em Laranjeiras do Sul (PR), o jornal tem sido lido por camponeses em luta pela terra no Acampamento Herdeiros da Terra de Primeiro de Maio. No Rio Grande do Sul também foram realizadas brigadas de agitação e venda do jornal nas linhas de trem São Leopoldo e Novo Hamburgo.

O comitê de apoio de Manaus (AM) tem feito das brigadas de venda sua principal forma de divulgação e no último mês obtiveram como resultado aproximadamente 50 exemplares vendidos, principalmente nos portos, feiras populares e locais de grande circulação de pessoas da cidade. Na Bahia, o comitê de apoio de Salvador e região metropolitana tem realizado brigadas de vendas nos ônibus da cidade e também pedido contribuições por edições antigas.  No Recife, o comitê de apoio tem realizado brigadas de divulgação periódicas nas feiras populares, universidades e também em eventos de cultura popular na região, além de distribuir jornais nas principais bancas da cidade.

http://anovademocracia.com.br/174/17c.jpg
Área Camponesa Cleomar Rodrigues, Norte de Minas

Na capital de São Paulo, as brigadas nos trens com pedido de contribuição têm revertido importantes recursos para a manutenção do jornal. O comitê também tem marcado presença junto aos movimentos populares em luta por moradia, divulgando e vendendo o jornal. Em Campinas, o comitê de apoio tem realizado brigadas de vendas entre os vendedores ambulantes e nos pontos de ônibus da cidade e tiveram ótima receptividade. Em Presidente Prudente, no interior, o jornal tem sido divulgado nas universidades e em eventos de rap da região.

No Rio de Janeiro, as brigadas nos trens têm resultado expressivas vendas que no último mês, por exemplo, atingiram os 340 exemplares vendidos em 8 brigadas, números estes referente às edições nº 171 e nº 172.

Alçar às alturas a imprensa popular e democrática!

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Importante destacar que os comitês de apoio têm se lançado com empenho na tarefa das brigadas e também têm lutado por aprimorar a forma de execução destas. Bons exemplos são os comitês do Rio de Janeiro, Curitiba, São Paulo e Belo Horizonte que já utilizam megafones, caixas de som e alto-falantes nas agitações das brigadas.

A prática tem nos mostrado que as brigadas são um método exemplar para agitação e propaganda do jornal, e também se revelam como verdadeiras escolas na formação dos tribunos e agitadores da Imprensa Popular e Democrática. Nesse sentido, temos logrado importantes êxitos e a experiência mostra que podemos avançar bastante. 

A campanha de incentivo à criação de comitês de apoio iniciada recentemente com a publicação de anúncios em nossas páginas também tem se mostrado exitosa não só com novos apoiadores que se apresentam dispostos a receber cotas quinzenais de AND e divulgar em suas regiões, mas reanimando regiões que haviam deixado de se corresponder com a Redação e retomaram seus trabalhos. Assim, o jornal passou a ser enviado também para apoiadores em João Pessoa (PB), Rondonópolis (MT), Vila Velha (ES), Campos dos Goytacazes (RJ), Araraguá (SC), Maceió (AL), Parintins (AM) e interior da Bahia.   

http://anovademocracia.com.br/174/17d.jpg
Brigada de venda e divulgação em Jaru, Rondônia

As campanhas de incentivo às assinaturas e doações ao jornal através da publicação de anúncios e chamamentos ao apoio de AND em nossas páginas, e também a campanha concentrada movida pelos comitês de apoio, têm se mostrado exitosas e com resultados significativos. O que não deve significar qualquer desmobilização, mas sim que devemos manter nosso estado de prontidão e empenho na tarefa de levantamento de fundos para manutenção do jornal.

Prosseguir e consolidar os avanços na agitação, divulgação e propaganda de AND através das brigadas e reverter todo o capital político que temos acumulado durante estes 15 anos de existência em recurso material para sustentação do jornal: estes continuam sendo os principais desafios e tarefas para todos os comitês e apoiadores de AND.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Mário Lúcio de Paula
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira