Notícias da Guerra Popular

A- A A+

Índia: chefe policial ferido em emboscada

Com informações dos blogs India Vermella e defensapcp.blogspot.com.br

O Partido Comunista da Índia (Maoísta) impôs contundentes respostas à repressão e assassinatos promovidos pelo podre e velho Estado indiano.

http://www.anovademocracia.com.br/177/24a.jpg
Foto tirada após emboscada que feriu chefe da polícia

Em 21 de agosto, a primeira dessas respostas, cuja importância deve ser destacada, é a exitosa emboscada realizada pelo Exército Guerrilheiro Popular de Libertação(EGPL) contra um comboio militar onde estava o chefe do 212º batalhão das Forças Policiais de Reserva Central (FPRC). Essa emboscada se produziu no distrito de Sukma, no estado de Chhattisgarh, e contou com uma mina terrestre que explodiu próximo ao veículo do chefe policial. O mesmo acabou ferido.

Informantes justiçados

Em 29 de agosto, segundo informações da própria imprensa local, o PCI (Maoísta) justiçou um importante informante da polícia. O sujeito tinha 24 anos e atuava contra o Partido e a Guerra Popular na aldeia de Chintalnar, distrito Sukma (em Chhattisgarh). Embora formalmente advertido por cinco vezes pelo Partido e também avisado pelas massas da região sobre seus crimes, não cessou suas atividades contrarrevolucionárias e foi detido, levado a uma ponte e lá justiçado. Comunicados foram fixados pelo Partido informando o ocorrido e a razão.

Além disso, em 23 de agosto foi noticiada a ação de sabotagem atribuída ao EGPL. Um trem de mercadorias que ia de Kirandul até Visakhapatnam foi descarrilado e paralisou todo o tráfego ferroviário, causando importantes danos materiais. Tal ação ocorreu nas localidades de Pujapara Dhurli.

Agitação e propaganda armada

A imprensa indiana noticiou o surgimento de cartazes assinados pelo Comitê divisional de Vamsadhara-Ghumusara-Nagabali do Partido Comunista da Índia (Maoísta) em Jagdalpur, distrito de Rayagada, no estado de Orisha. Os cartazes chamam o povo da região a luta contra as mineradoras multinacionais e a proteger suas terras, bosques e pequenas propriedades.

O velho Estado deslocou para lá um contingente de policiais para varrer o local e retirar os cartazes.


Guerra popular versus guerra contra os povos

Com informações de Secours Rouge

No mês de agosto, registrou-se uma ofensiva militar contrarrevolucionária do velho Estado indiano de repressão às massas, aos combatentes do Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL) e ao Partido Comunista da Índia (Maoísta).

Várias operações militares foram movidas num contexto em que o PCI (Maoísta) vem logrando valiosos êxitos militares, realizando ações guerrilheiras cada vez maiores e mais complexas e vem, dessa maneira, enterrando com golpes contundentes a moral do velho Estado indiano e de suas forças de repressão.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja