Música de resistência

http://www.anovademocracia.com.br/187/18.jpg

Tocando e cantando música brasileira de cunho social, político e questionador, Guilherme Moreira e sua banda Canto Cru priorizam a música de qualidade e uma Nova Cultura que sirva aos interesses do povo. Preocupados com a mensagem, o Canto Cru é rigoroso na hora de escolher o repertório e na construção de letras, e se prepara para lançar suas músicas na rede.

— No tempo de estudante secundarista, no Colégio Pedro II de São Cristóvão, formei com outros alunos uma banda juvenil que tocava rock nacional. Desde essa época travei uma amizade grande com muitos instrumentistas, incluindo os da banda hoje, quer dizer, iniciamos de certa forma ainda adolescentes — conta Guilherme.

— De lá até aqui já tivemos várias alterações na composição da banda, tanto no que diz respeito aos integrantes quanto ao estilo de músicas a tocar. Fomos amadurecendo e hoje nosso repertório é bem diversificado. Tentamos passear por vários estilos que marcam a música popular brasileira, sem ter um estilo definido — continua.

— Sou o vocalista e também toco percussão quando necessário. Além de mim, o Canto Cru tem o violonista e guitarrista Igor Fernandes, o percussionista Rafael Santana, o baixista Vitor Hugo Fernandes e o outro guitarrista Rodrigo Viveiros. O nome vem de termos sempre muita dificuldade pra ensaiar, preparar, então nosso canto está sempre cru — brinca.

Na hora da escolha do repertório, a banda prima por música de qualidade e identificação cultural.

— Tentamos fugir ao máximo dessa música que é tratada como um produto da indústria cultural, como uma mercadoria, e não tocamos aquilo com que não nos identificamos. Então tocamos forró, mas não um forró absolutamente transfigurado que existe por aí, mas aquilo que é mais próximo da raiz — explica Guilherme.

— Assim também acontece com todos os outros gêneros, por exemplo, o pagode que tem um traço muito marcado pela indústria cultural fundamentalmente no que as letras dizem. Na questão rítmica também tem influência, mas principalmente no que diz a letra, com mensagens que não servem aos interesses do povo. Procuramos nos ater naquilo que é popular e não populista — continua.

O Canto Cru tem também muitas composições próprias, seguindo a mesma linha da escolha de repertório.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin