Condenações na Operação ‘Hashtag’ são puro terrorismo de Estado

No último dia 4 de maio, a Justiça Federal do Paraná condenou oito réus da famigerada Operação “Hashtag”, deflagrada às vésperas dos Jogos Rio 2016. Trata-se da primeira sentença baseada na lei 12.360/2016, conhecida como “lei antiterrorismo”. Todos foram sentenciados pelo artigo 3° desta lei, qual seja, “Promover, constituir, integrar ou prestar auxílio, pessoalmente ou por interposta pessoa, a organização terrorista”, além do crime de “associação criminosa”. Leonid El Kadri, apontado como suposto “mentor” do grupo, foi também condenado pelo artigo 5°, pelo ato de “recrutamento com o propósito de praticar atos de terrorismo”, e sua pena alcança 15 anos, 10 meses e 5 dias de prisão em regime fechado.

Cortejo de ilegalidades

Em sua decisão, o juiz federal Marcos Josegrei da Silva ditou: “Não há necessidade de comprovação de especial fim de agir ou da presença de dolo específico, bastando o simples ato de promover organização terrorista por meio de atos inequívocos que demonstrem externamente a adesão aos seus ideais”.

Trata-se, pura e simplesmente, como se vê, de penalização de ideias. Não há, na denúncia, menção a qualquer ato preparatório concreto, exceto a intenção, jamais realizada, de alguns acusados encontrarem-se pessoalmente. O fato é que, se postagens na internet redundarem em penalizações dessa ordem, faltarão vagas no já superlotado sistema penitenciário brasileiro. Abra-se, por exemplo, as páginas que fazem apologia das ações policiais, com a defesa escancarada de homicídios e limpezas raciais, e ver-se-á a quantidade de crimes ali exaltados, sem que jamais seus responsáveis sejam punidos.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin