MT: Pistoleiro segue foragido

A- A A+

O pistoleiro Moisés de Souza segue foragido da justiça desde que PMs facilitaram a sua fuga em 3 de fevereiro de 2016, em Cujubim (RO). Moisés, ex-sargento da PM de Rondônia, é o chefe do grupo de extermínio, responsável pelo bárbaro crime em Colniza (MT), que deixou nove camponeses mortos. Moisés também participou do assassinato dos jovens Ruan Aguiar e Alysson Lopes, em Cujubim, no início de 2016.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

No dia 15/05, o Ministério Público Federal (MPF) do Mato Grosso indiciou cinco pessoas pelo ataque ocorrido no dia 19 de abril. Os criminosos são Valdelir João de Souza – apontado como o mandante do crime –, Pedro Ramos Nogueira, Paulo Neves Nogueira, Ronaldo Dalmoneck, além de Moisés. Pedro, Paulo e Ronaldo estão presos preventivamente. Até o fechamento desta edição, o ex-sargento da PM e Valdenir de Souza se encontravam foragidos.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Matheus Magioli Cossa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Matheus Magioli Cossa
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira