Alemanha: Europa do capital escancara reacionarização

Na semana em que esta edição estava sendo concluída, as “autoridades” da Europa, particularmente do Estado imperialista alemão, se preparavam para escancarar seu reacionarismo durante a reunião da cúpula do G-20 que será sediada na cidade de Hamburgo, na Alemanha, a partir de 7 de julho.

Imperialismo intensifica repressão contra movimentos populares antes dos atos do G-20
Imperialismo intensifica repressão contra movimentos populares antes dos atos do G-20 | Foto: Joern Pollex

Veículos de imprensa internacionais noticiaram que centenas de prisões seriam realizadas para evitar “distúrbios” (leia-se, para fazer a segurança dos abutres imperialistas que se reunirão na cidade).

Informações também dão conta de que celas e tribunais temporários foram instalados em contêineres para prender ativistas durante a reunião e até mesmo pessoas “suspeitas” poderão ser detidas.

Os tribunais especiais estão sendo instalados num complexo de dois andares de contêineres ao sul do rio Elba, junto a um centro de detenção em que cabem até 400 pessoas. Além disso, juízes dos tribunais temporários realizarão audiências em tempo integral e até oito sessões poderão ocorrer ao mesmo tempo. Pessoas que já tenham sido acusadas de cometer algum crime poderão ser postas em prisão preventiva no posto avançado do tribunal.

Do outro lado, as massas laboriosas e empobrecidas e suas organizações de luta revolucionárias já anunciam que não se intimidarão e enfrentarão as tropas reacionárias do imperialismo. Inúmeras manifestações estão programadas para Hamburgo e outras cidades alemãs durante a reunião do G-20. Noticiaremos as manifestações e a resistência do povo alemão em nossas próximas edições.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin