MG: Repressão contra camelôs

A- A A+

Camelôs que se manifestavam contra a retirada de barracas do Centro de Belo Horizonte (MG) foram atacados com bombas, balas de borracha e jatos d’água pela Polícia Militar do gerente estadual Fernando Pimentel/PT e do gerente municipal Alexandre Kalil/PHS na manhã de 3 de julho, na Praça Sete. Os trabalhadores enfrentaram a repressão com pedras e barricadas. Na confusão, uma comerciante foi atingida na perna por uma bala de borracha. Nos dias 4 e 5, novos protestos pararam ruas importantes da região central. A opção dos shoppings populares, oferecida pelo gerenciamento municipal, não agrada os camelôs por conta da concorrência e do alto preço do aluguel. A medida de Kalil, eleito sob a demagoga promessa de “trabalhar para os mais pobres”, tem como objetivo beneficiar os principais empresários varejistas da cidade.

Alex de Jesus/O Tempo
Camelôs resistem aos ataques da PM de Pimentel/PT
Camelôs resistem aos ataques da PM de Pimentel/PT

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza