Estudantes invadem reitoria da UNESP


Cerca de 150 alunos da Universidade Estadual Paulista — Unesp — invadiram o prédio da Reitoria da Instituição, no último dia 14 de agosto, interrompendo uma reunião do Conselho Universitário em que seria aprovado um plano de expansão da Universidade, criando oito novos Campi, além dos 16 já existentes.

A Unesp atravessa uma grave crise financeira resultando numa escasa quantidade de professores e material de ensino. A Administração Central da instituição não aceitou a participação dos estudantes que subiram até o 17º andar — onde estava a cúpula universitária — e, depois de muito reivindicar a participação democrática no Conselho — direito elementar em qualquer instituição de ensino — os discentes invadiram a sala, os discentes impediram mais um ato de destruição e uso indevido da Unesp. 

Na USP

Numa assembléia que contou com mais de 1000 alunos da FFLCH da Universidade de São Paulo — USP — foi decidido o fim da greve que durou nada menos do que 106 dias. A paralisação, decretada pelos estudantes, foi a resposta mais direta e contundente à crise vivida pela maior faculdade da USP, que conta com 12 mil alunos e representa 20% de toda a universidade. Conforme levantamento, há uma defasagem de 259 professores. A maior faculdade da USP tem uma relação professores/alunos de 1 para 35, enquanto as outras tem, em média, 1 para 14.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro