SP: Ambulantes resistem a ataque policial

A Guarda Civil Metropolitana de João Doria/PSDB reprimiu os trabalhadores ambulantes com bombas de efeito moral e roubou suas mercadorias no centro de São Paulo, na movimentada Rua Santa Ifigênia, em 18 de novembro. Os ambulantes resistiram bravamente, confrontando os agentes de repressão de Doria, atirando caixas, cocos e erguendo barricadas com fogo. Um coco atingiu o rosto de um guarda, que já estava com a arma em punho e chegou a efetuar pelo menos dois disparos.

Polícia Militar promoveu violenta operação no dia 18/11
Polícia Militar promoveu violenta operação no dia 18/11

Dois dias depois, a Polícia Militar de Alckmin/PSDB cercou e agrediu um grupo de ambulantes com cacetetes durante uma operação de repressão ao comércio informal no entorno do Terminal Dom Pedro II, também na região central. Um dos ambulantes tentou levar embora seu carrinho de milho verde quando foi imobilizado com uma gravata e recebeu golpes de cacetete. Ele ficou imobilizado por alguns minutos e o carrinho foi apreendido. Outro trabalhador, tentando salvar as suas poucas mercadorias que sobraram, levou duas pauladas na cabeça.

No dia 21/11, depois de mais uma operação de repressão na região do Brás, comerciantes e ambulantes fizeram um protesto. A rua Barão de Ladário, na esquina com a rua Oriente, foi bloqueada.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro