Editorial - Temer pretende afogar o Brasil em lama e dejetos

A- A A+
 

Em um encontro de múmias no dia 7 de janeiro, na casa do apresentador e dono do Grupo SBT, Silvio Santos, Temer e Moreira Franco fizeram um “acerto” para a participação do segundo na programação do canal para debulhar o conjunto de mentiras sobre as mudanças que pretende fazer na legislação previdenciária.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Entrar nos lares das famílias brasileiras repetindo lorotas já profundamente desmoralizadas por sindicatos de auditores fiscais e por professores de ilibada seriedade é mais um desrespeito da quadrilha que se apossou do gerenciamento do apodrecido Estado brasileiro.

Não bastasse as negociatas a céu aberto torrando o erário com a conivência dos demais podres poderes desta república bananeira, na caça de mais trinta votos o escroque pretende deixar Brasília numa condição tal em que ninguém possa lá desembarcar sem ter que tapar o nariz.

Também, o que se poderia esperar de “resistência parlamentar” com uma “oposição” da mesma laia eleitoreira, composta por oportunistas de carteirinha? Não passam de cavalgadores dos interesses populares, desviando suas lutas para bem longe de seus objetivos.

E o que dizer de um supremo de bundas sujas de carimbos de tanto sentarem sobre os processos que apuram os ilícitos da nata da politicalha nacional.

A nação, de olhos esbugalhados, assiste tudo afiando os dentes para a grande caçada. Não pensem estes sabujos das classes dominantes e do imperialismo que escaparão com seu couro intacto. Vão pagar dobrado, de um jeito ou de outro, por sua vilania com o povo e a pátria.

No campo, camponeses pobres, indígenas e quilombolas já se pintam para a guerra que vai responder a esta investida de insanidade moral, que para dilapidar a coisa pública enceta uma criminosa guerra contra o povo.

Nas cidades qualquer faísca pode levantar labaredas, seja um aumento de passagens de ônibus, uma enchente ou um assassinato de morador de favela. Cada vez mais a reivindicação vai caminhar rumo à luta pelo Poder.

Cabe aos revolucionários, aos cidadãos e jovens honestos incrementarem um verdadeiro corpo a corpo para levar às massas a necessidade de se organizarem para a grande batalha que se aproxima.

Propagandear a necessidade da Revolução Democrática e eliminar qualquer sombra de ilusão no processo eleitoral viciado, farsante e conduzido por dinheiro sujo. Rechaçar os pedintes de votos, pois eles são os mesmos que se apresentam, de dois em dois anos, de caras novas ou com novas máscaras, para derramarem chuvas de promessas sobre o povo e depois da farsa eleitoral tomarem chá de sumiço, recolhidos a suas alcovas contando o vil metal da corrupção, particularmente o caixa dois.

Só a Revolução poderá lavar o Brasil dos dejetos e da lama que Temer e sua quadrilha vão deixando e dos que querem novamente tomar o gerenciamento do velho Estado.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

PUBLICIDADE

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!
#
#
#

ONDE ENCONTRAR

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja