PA: Mineradora norueguesa contamina água

A mineradora monopolista norueguesa Hydro Alunorte contaminou com resíduos tóxicos os igarapés e rios próximos, em Barcarena (região metropolitana de Belém), segundo laudo do Instituto Evandro Chagas (IEC) publicado no dia 22/02. Os rios e iguarapés contaminados abasteciam poços artesianos de ao menos três comunidades locais, como Bom Futuro, Vila Nova e Burajuba, agora impossibilitadas de utilizá-los.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

O fato foi provocado pelo vazamento das barragens de rejeito de bauxita, matéria-prima destinada à produção de alumínio, em escala comercial. Além disso, foi encontrado um alto nível de nitrato. Segundo o laudo, a empresa fez uma ligação clandestina para despejar no meio ambiente os resíduos tóxicos acumulados dentro da fábrica, contaminando assim a água que as comunidades têm acesso. Moradores das regiões afetadas já haviam notado alteração na sua cor em igarapés e num rio, após forte chuva no dia 17.

A ligação clandestina evidencia que o vazamento não ocorreu fundamentalmente por conta do volume de chuvas, mas porque a empresa não se prestou a tratar todos os seus efluentes. Isso caracteriza crime deliberado.

Como a previsão é que continue a chover forte na região, o estado segue sendo de alerta.

O caso se assemelha, nas devidas proporções, ao crime lesa-pátria da Samarco/Vale/BHP Billiton, ocorrido em Mariana (MG), em novembro de 2015. Nesse caso, as companhias criminosas não foram punidas e seguem livres para acumular riqueza em território nacional.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin