Uma vida de batuque e ensino

A- A A+

Apaixonado por música, principalmente percussão, André Churros não se contenta em conhecer diversos ritmos e tocar todos os instrumentos que lhe forem possíveis. Quer passar esse conhecimento para o máximo de pessoas, fazendo a sua parte em favor da cultura brasileira. Criador do Sãobloco, que engloba uma escola de ritmo, uma banda e um canal de entrevista, Churros se prepara para lançar um CD no segundo semestre.

Banco de dados AND
André Churros, vivendo entre os palcos e a sala de aula
André Churros, vivendo entre os palcos e a sala de aula

— O nome Churros vem de uma brincadeira dos colegas da escola por eu ser muito alto e magro. Na época do ensino médio eles começaram a falar que eu era igual ao doce. Passaram a me chamar de Churros e isso pegou rápido entre os meus amigos. Acabou chegando em todo mundo e ficou tão forte que virou sobrenome e o meu nome artístico. Meu nome verdadeiro é André Luís dos Santos —explica.

— Sou nascido e criado em São Gonçalo, comecei na música muito novo por causa da minha avó. Ela é mãe de santo. Hoje já não pratica por conta da cegueira, mas naquele tempo tinha um terreiro de candomblé e eu ficava ali no meio daqueles batuques, o que acabou desenvolvendo a música em mim.

— Então comecei tocando atabaque, agogô e fazendo o canto no centro da minha avó e depois, aos seis anos,  minha mãe me colocou para praticar capoeira, quando aprendi a tocar berimbau e outros instrumentos característicos da capoeira. Em 1996, quando comecei a desfilar na Viradouro, minha mãe me apresentou ao mestre Jonas, irmão do grande mestre Jorjão e ele me ensinou a tocar tamborim — recorda.

Churros passou a tocar em bateria de escolas de samba, primeiramente tamborim e depois os outros instrumentos.

— Surdo, caixa, repique, agogô, chocalho, cuíca, enfim, toco todos os instrumentos ligados a esse universo. Sou cria da Viradouro e desfilo também na Porto da Pedra, Grande Rio e Cubango. Nasci dentro do samba, meus pais sempre foram sambistas, minha família e muitos parentes são de escolas de samba, então tenho uma grande ligação com as escolas, sempre por dentro dos trabalhos — comenta.

— Meu instrumento oficial de percussão é o tamborim, é aquele que tenho domínio e sou apaixonado, fiz todo o meu estudo com base nele, um instrumento marcante e um desafio para aprender, porque tem que desenvolver outras coordenações além da motora. Além da percussão toco baixo, violão, guitarra e muitos outros instrumentos, e também já fiz aulas de canto.

— A partir dos anos 2000 comecei a fazer alguns estudos teóricos e a acompanhar grupos de samba, de pagode, blocos, etc., até criar o Sãobloco, uma marca de educação cultural musical. O Sãobloco nasceu da necessidade que eu vi aqui em São Gonçalo de se ter algo que falasse, estudasse e praticasse a cultura da percussão carioca — explica Churros.

O Sãobloco é dividido em três frentes: uma escola para formar novos ritmistas, uma banda de música e um canal de entrevistas na internet.

— A primeira frente procura formar ritmistas para os blocos, as escolas de samba, dando aulas, orientações, palestras etc. Pegamos pessoas que não sabem nada ou que sabem alguma coisa e queiram aprimorar, aperfeiçoar e aprender o samba carioca e as variedades rítmicas que se tem no Brasil e no exterior também — explica Churros.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja