RO: Pistolagem mata dois e ameaça advogado

A- A A+

O advogado Marcos Vilela, que atua em Porto Velho (Rondônia), denunciou ter sido alvo de pistoleiros contratados pelo latifundiário Uadra Castelhane David, de acordo com a Delegacia de Homicídios do Estado de Rondônia. A denúncia foi veiculada pelo monopólio de imprensa no dia 3 de junho.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

O advogado denunciou ser alvo da pistolagem porque defendeu dois madeireiros, José Pereira dos Santos e seu filho Luciano dos Santos. Ambos foram assassinados na noite de 10 de março deste ano, num restaurante em Vista Alegre do Abunã, por um grupo de cerca de cinco pistoleiros encapuzados, que balearam também a companheira grávida de Luciano, sobrevivente e testemunha do atentado, de acordo com informações do site Rondônia Agora e do monopólio de imprensa.

Em entrevista ao monopólio, o advogado Marcos Vilela relatou que só não foi assassinado pelo pistoleiro Valdevino porque, como advogado, teria pedido a revogação da prisão do pistoleiro dois anos antes. Ainda segundo o entrevistado, o pistoleiro visitou o seu escritório para informar-lhe que seu assassino viria, mas em suas palavras, “seria outro”.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza