PI: Greve dos trabalhadores em educação resiste

A- A A+
 

Contra o reajuste de apenas 2,95%, os trabalhadores em educação do Estado do Piauí decidiram dar continuidade à greve que já persiste desde o dia 6 de junho.

Dever de Classe
Assembleia delibera permanência da greve, 10/06 (foto: Dever de Classe)
Assembleia delibera permanência da greve, 10/06

De acordo com os professores, o legislativo aprovou somente 2,95% de reajuste para os trabalhadores da educação, contrariando o acordo judicial com a primeira lei aprovada, que foi de 6,81% para os trabalhadores do magistério e de 3,95% para o setor administrativo.

No último minuto a mesa diretora do parlamento estadual apresentou uma nova resolução alegando que a legislação eleitoral proíbe esta concessão de reajustes salariais que excedam a inflação nos seis meses que antecederem ao pleito, referendando o salário de fome.

“O aumento não ocorreu, fizemos uma assembleia, já estamos há 13 dias em greve e sem previsão de retorno”, afirma a secretária do sindicato Edimar Nascimento. Revoltados com tal situação, os professores se reuniram em frente ao Palácio de Karnak, na manhã do dia 25 de junho, para voltar a protestar e garantir seu direito de reajuste.

Os professores que protestavam foram recebidos com violência pela Polícia Militar, em uma manifestação anterior realizada na manhã de 21 de junho em frente à Assembleia Legislativa do Piauí. Na ação truculenta determinada pelo presidente da casa, Themístocles Filho/PMDB, os trabalhadores foram covardemente agredidos, entre eles a professora Patrícia Andrade, que teve fratura no fêmur e precisou ser submetida à cirurgia. 

A categoria voltará para se manifestar em frente ao Palácio de Karnak no dia 28 de junho e entrará com um processo judiciário contra o Estado. 

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia
LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja