Índia: Quatro agentes liquidados em explosão

Quatro membros da Força de Segurança da Fronteira (FSF) foram aniquilados em explosões realizadas por bombas caseiras no distrito de Kanker, Chhattisgarh, nos dias 9 e 15 de julho, segundo noticiou o blog Redspark.

Banco de dados AND
Combatentes do Exército Guerrilheiro Popular de Libertação
Combatentes do Exército Guerrilheiro Popular de Libertação

O primeiro caso ocorreu no dia 9 de julho, durante uma operação antiguerrilha na floresta perto da aldeia de Tadbaul. A ação foi realizada pelo Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL), dirigido pelo Partido Comunista da Índia (Maoista). Os agentes repressores que foram aniquilados estavam de moto quando foram atingidos por uma das explosões.

Seis dias depois (15), outros dois agentes da FSF foram mortos e um terceiro foi ferido em ação armada no mesmo distrito. O tiroteio ocorreu em uma floresta próxima ao campo de Mahla, sob os limites da delegacia de Partidaur, quando uma equipe do 114º Batalhão da FSF estava retornando após realizar uma operação anti-maoista. Segundo o vice-inspetor geral de polícia, a ação ocorreu “quando a equipe de patrulhamento estava avançando pela floresta da aldeia de Barkot, localizada a cerca de 250 quilômetros da capital do estado, Raipur; a equipe ficou sob o fogo cruzado de um grupo de naxalitas que cercou os dois lados”, disse ele. “Naxalita” é uma expressão referentes aos maoistas indianos.

Ainda segundo o relato do chefe reacionários, “dois policiais identificados como Lokender Singh e Mukdhiyar Singh, pertencentes ao Rajastão e Punjab, respectivamente, foram mortos enquanto outro policial, Sandeep Dey, sofreu ferimentos no tiroteio”, prosseguiu.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro