RO: Camponeses e policial mortos em ação da PM

A- A A+
 

Após uma abordagem da Polícia Militar (PM), pelo menos dois camponeses foram mortos, vários foram baleados e outros desaparecidos no dia 25 de julho. A ação policial ocorreu na linha 29, no distrito de Nova Dimensão, cerca de 60 quilômetros de Nova Mamoré e 50 quilômetros de Jacinópolis. Um policial identificado como João Batista também foi baleado na perna e morreu.

Banco de dados AND
Camponeses mortos em abordagem policial, Distrito de Nova Dimensão, 25/07
Camponeses mortos em abordagem policial, Distrito de Nova Dimensão, 25/07

Informações divulgadas no “Portal Mamoré” dão conta que a área onde ocorreram as mortes têm mais de 5 mil hectares que seriam da União, grilada por um fazendeiro. Há três anos esse fazendeiro teria permitido que um grupo de camponeses entrassem para fazer derrubada e dividir uma parte em cerca de 100 lotes. Porém, há três meses o fazendeiro passou a tentar retirar essas pessoas, utilizando para isso policiais. Posseiros da área teriam afirmado que “PMs ligados ao dono da terra ficavam fazendo ameaças”.

Não há maiores informações da parte dos camponeses. A maioria das informações divulgadas são baseadas nas informações desencontradas e escassas fornecidas pela própria PM.

Os policiais alegam ora que foram até o local devido a suposto incêndio, ora que foram (ao que parece sem nenhum tipo de mandado judicial) para reprimir uma tomada de terra. A versão policial, repetida pelos seus porta-vozes, alega que os policiais foram vítimas de uma emboscada, e que somente dispararam para revidar uma suposta agressão.

A versão de que a polícia foi emboscada é questionada. Primeiro por haver uma grande contradição entre as versões apresentadas em diferentes ocasiões, dando um indício de que a ação violenta da polícia está relacionada a um conluio desta com o fazendeiro; também é questionável a versão de emboscada, visto que os camponeses, em um pequeno grupo, estavam apenas municiados com poucas espingardas de caça e ferramentas de trabalho, não teriam mínimas condições de emboscar duas viaturas com PMs armados até os dentes de fuzis e outras armas pesadas.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja