PR: Guarani ameaçados de despejo

A- A A+
 

Cerca de 15 famílias do tekoha (aldeia) Pyahu Guarani estão sendo ameaçadas de despejo pelo judiciário no município de Santa Helena, no oeste do Paraná. Os indígenas ocupam desde janeiro deste ano uma área considerada parte integrante do território tradicional guarani, que foi expropriado pela Itaipu Binacional.

Rafael Nakamura
Família Guarani em Santa Helena, oeste do Paraná, agosto de 2018
Família Guarani em Santa Helena, oeste do Paraná, agosto de 2018

“Pela suspensão imediata da ordem de reintegração de posse!”, frisou nota conjunta assinada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), Articulação dos Povos Indígenas da Região Sul (Arpinsul) e Comissão Guarani Yvyrupa (CGY). “O solo onde está a Itaipu, onde estão os municípios de Santa Helena, Itaipulândia, São Miguel do Iguaçu, Guaíra e Terra Roxa é sagrado. É terra guarani e não sairemos de lá.”, diz outro trecho da nota.

O mandado de reintegração de posse foi expedido no dia 13 de agosto pelo juiz federal da 1ª Vara Federal de Foz do Iguaçu, Sergio Luis Ruivo Marques, em benefício da Itaipu Binacional.

“A gente não quer sofrer mais por causa de decisão da justiça, nossa família está assustada, sofrendo com a violência dessa decisão. A criança vai se assustar, vai sofrer a consequência da justiça. Criança que estuda já sabe o que é reintegração, algumas choram porque não querem ir embora. Os idosos ouviram que o que eu conto não é notícia boa.”, frisou o cacique Fernando Lopes em entrevista ao Coletivo Terra Sem Males.

Os indígenas, que vivem próximo ao Reservatório da Itaipu, resistem a uma série de dificuldades como a falta de terras para plantar, a falta de alimentos, a desnutrição infantil, a contaminação das águas por agrotóxicos de latifúndios situados ao redor e casos de malária.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

“A gente precisa de um pedaço de terra para sobreviver. Nós também somos seres humanos. Nós já pedimos muito para vários órgãos para defender nossos direitos, mesmo que para a sociedade nossa família não signifique nada. A gente também quer sobreviver, com alegria, estudar, produzir alimentação. Queremos ter um pedaço de terra para fazer casa de reza.”, destacou o cacique ao mesmo coletivo.

As ameaças de despejo afetam outras aldeias do povo Guarani, já que das quatro aldeias existentes em Santa Helena e as duas situadas no município vizinho, Itaipulândia, cinco estão com mandados de reintegração de posse a serem cumpridos em benefício da Itaipu.

Segundo dado divulgado pela Comissão Estadual da Verdade do Paraná, a inundação provocada pelos reservatórios da Usina Hidrelétrica de Itaipu causou o desaparecimento de 32 aldeias do povo Guarani na região do oeste paranaense.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja