Democratizando a música erudita

A- A A+

Quinteto de cordas composto por jovens de favelas do Rio de Janeiro que iniciaram seus estudos musicais em projetos sociais, a Orquestra de Rua tem como objetivo levar música erudita a vários locais e pessoas que não têm acesso a ela. Mesmo enfrentando barreiras como a falta de recursos, o grupo carioca ministra aulas gratuitas para crianças de uma comunidade do Rio e deseja expandir esse trabalho para outras.

Banco de dados AND
A Orquestra de Rua ensina música para os meninos do Morro da Providência
A Orquestra de Rua ensina música para os meninos do Morro da Providência

— Todos nós da Orquestra fizemos parte de projetos sociais nos lugares em que residimos: eu e o Gilbert moramos no Morro da Providência, a Jéssica e o Lucas no Morro dos Macacos e a Juliane é da Mangueira. Nos conhecemos em um projeto social e depois de uma apresentação um amigo nos chamou para tocar na rua, o que deu super certo — conta Gláucia Maciel, componente do grupo.

A partir daí a Orquestra começou a definir seu objetivo de trabalho, até aonde queria chegar e quais caminhos usaria para isso.

— Traçamos uma rota para chegar ao nosso objetivo, que é tocar pela democratização da música, porque as pessoas das comunidades onde moramos não têm acesso à música erudita. Às vezes tocamos música popular para que possam ver que os nossos instrumentos estão próximos a elas — fala Gláucia.

— Queremos que saibam que o violino, a viola e violoncelo não são algo longínquo como parecem por pertencerem às orquestras dos grandes teatros e só aparecerem para um certo público elitizado. Inclusive, a ideia do nome do grupo foi pensada nesse sentido para alcançar esse público das comunidades, porque se colocássemos os nomes corretos, como camerata ou quinteto, as pessoas poderiam não entender e não chamaria a atenção desse público— diz.

Além das ruas e transportes públicos, a orquestra toca também em hospitais e escolas públicas.

— É nas escolas onde mais costumamos tocar, vamos totalmente de graça para que as crianças possam ter acesso à oportunidade de escutar a música erudita e, dessa forma, podermos fazer uma pequena mudança no mundo. Cultura é um bem básico para nós seres humanos e temos que ter acesso a ela, o que muitas vezes acaba não acontecendo — constata Gláucia.

— Em 2018 fomos para Rondônia participar da comemoração do aniversário de 28 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente e tocamos em escolas da periferia para crianças que nunca tinham visto um violino de verdade. Além desse objetivo de democratização da música, tocamos na rua para ajudar em casa e, com o dinheiro que conseguimos passando o chapéu, mantemos também nossos estudos — conta.

A Orquestra de Rua é formada por: Gláucia Maciel (violino), Lucas Freitas (violoncelo),  Jessica D’ornelas (viola), Gilbert Vilela (violino), e Juliane Nascimento (violino).

— Somos todos estudantes de música. Atualmente, três estão em universidades públicas – UFRJ e UNIRIO – e os outros dois estão estudando para ingressar na universidade, sendo que um deles faz parte da Academia da Petrobras Sinfônica e lá recebe uma preparação de excelência e estuda os grandes músicos da história. Estamos nos profissionalizando e contamos, de certa forma, com a ajuda e apoio das nossas famílias e dos nossos professores — diz Gláucia.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja