AM: Moradores fecham via em protesto por infraestrutura

Moradores de áreas alagadas no bairro São Jorge, zona oeste de Manaus, fecharam a ponte no sentido Centro-bairro em 12 de junho. A manifestação iniciou por volta de 17h30, e os moradores atearam fogo em pneus e pedaços de madeira. Indignados com a atual situação que vivem, os manifestantes revindicam reparos em pontes provisórias e o pagamento de auxílio-aluguel para sair das casas, que estão inundadas.

Banco de dados AND
Moradores de São Jorge lidam com alagamentos e vias precarizadas
Moradores de São Jorge lidam com alagamentos e vias precarizadas

Arlete da Silva, uma das representantes do bairro, informou que procurou a Defesa Civil na manhã de 12/06 para cobrar respostas do órgão. “Não me deram previsão, só disseram que estão fazendo o levantamento das famílias.”, disse.

Os manifestantes ressaltam, ainda, que estão esperando uma resposta da Defesa Civil de Manaus desde abril, quando foi feito o cadastro das casas na operação SOS Enchente. Até o momento nenhuma providência foi tomada, denunciam os moradores.

Esse já é o terceiro ato da população, que exige o início das construções de pontes e demais auxílios da operação SOS Enchente. A dona de casa Cristiele Rodrigues Alves, de 25 anos, que participou da manifestação, desabafou: “Só queremos pontes seguras, as madeiras que eles usaram nas estruturas são inapropriadas, são podres, corremos riscos”.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

“Nossas casas estão alagadas, nossos filhos estão com risco de pegar doenças. Aparecem cobras na porta de casa. Não recebemos nenhum auxílio ainda. Fizeram apenas a ponte principal com acesso às casas, mas não adianta, a água vem e ultrapassa a ponte.”, contou outra moradora.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro