Bolsonaro autoriza trabalho aos domingos

Autorizado por Bolsonaro, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, assinou em 18 de junho uma portaria que amplia de 72 para 78 os setores da economia com autorização permanente para que funcionários trabalhem aos domingos e feriados. A medida abrange, entre outros setores, o comércio, a indústria, os transportes em geral, a educação e a cultura.

Conteúdo exclusivo para assinantes do jornal A Nova Democracia

A nova portaria incluirá seis setores: indústria de extração de óleos vegetais e de biodiesel; indústria do vinho e de derivados de uva, indústria aeroespacial e serviços de manutenção aeroespacial, comércio em geral e estabelecimentos destinados ao turismo em geral.

A mensagem anunciada por meio de rede social afirmava que a medida traria “muito mais empregos!”, mas revela a implementação em curso de um conjunto de medidas que busca elevar a superexploração do trabalho com menos leis que assegurem direitos trabalhistas. Um duro golpe para os mais pobres.

Desta forma, a legalização destas práticas, já existentes no mercado, permitem que principalmente a grande burguesia e o imperialismo manejem a força de trabalho de acordo com o que lhes é conveniente, submetendo o trabalhador a uma maior insegurança e precarização.

Enquanto são impostas ou aprovadas medidas como essa, nada muda no desemprego. Desde a “reforma trabalhista”, aprovada sob o discurso de que “criaria emprego”, o desemprego real (aqueles sem trabalhar ou que fazem “bicos”) só fez crescer, atingindo 28,4 milhões de pessoas em abril deste ano, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo um recorde na história do país.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin